Município tem campanha para cadastramento de doadores de medula óssea

77

Valdira Guimarães Augusto

Objetivo é cadastrar o maior número de pessoas como possíveis doadoras de medula óssea
Objetivo é cadastrar o maior número de pessoas como possíveis doadoras de medula óssea

No próximo dia 4 de novembro, das 18h às 21 horas, será realizada Campanha para Cadastramento de Doadores de Medula Óssea. A ação ocorre a partir de parceria entre o Grupo Mais Vida e a Faculdade Asser, que sediará a campanha. A faculdade fica na Rua 7, nº 1.193, com Avenida 2, Centro. O objetivo é cadastrar o maior número de pessoas no Redome/INCA (Registro de Doadores de Medula Óssea do Instituto do Câncer). O hemonúcleo responsável pelo cadastro em Rio Claro será o Hospital Amaral Carvalho, de Jaú.

Os cadastros preenchidos serão informatizados e ficarão no Redome para consultas nacionais de hospitais que tenham pacientes que necessitam de transplante de medula óssea. Luciana destaca que o sistema cruza as informações genéticas do doador com as do paciente.

Para se cadastrar é necessário ter de 18 a 55 anos de idade; doar 5 ml de sangue; levar documento com foto e estar com a saúde em bom estado.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: