Ministro determina volta imediata do WhatsApp no Brasil

36

Lucas Calore

O ministro Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal, derrubou em medida liminar, ou seja, provisória, no final da tarde desta terça-feira (19) a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que bloqueou o aplicativo WhatsApp por volta das 14h.

O ministro analisou uma ação impetrada pelo PPS – Partido Popular Socialista, que recorreu ao Supremo Tribunal Federal para que fosse suspensa a ordem judicial de forma imediata. “A decisão de tirar o WhatsApp do ar fere a liberdade de expressão”, disse Lewandowski.

Bloqueio

Foi a terceira vez que ocorreu o bloqueio do aplicativo no Brasil. A juíza Daniela Barbosa Assunção de Souza, do Rio de Janeiro, ordenou a suspensão do funcionamento da ferramenta após o Facebook, empresa proprietária do aplicativo, se recusar a fornecer informações referentes a uma investigação criminal no município de Duque de Caxias. As operadoras de celular seriam multadas em R$ 50 mil por dia se não cumprissem.

Queixas

Internautas do JC que usam o WhatsApp fazem queixas pela falta do aplicativo. Clique aqui para saber mais. 

Qual sua opinião? Deixe um comentário: