Maria, Yves e La Torre questionam sobre Carretas

858

As Carretas da Saúde implantadas no Espaço Livre geraram questionamentos na última sessão da Câmara. Maria do Carmo (PMDB) e Yves (PPS) assinam requerimento solicitando à Fundação Municipal de Saúde (FMS) informações do programa. La Torre acompanhou os parlamentares. Bancada do Democratas reagiu aos apontamentos.

A previsão inicial divulgada pela Fundação Municipal de Saúde era de 200 atendimentos diários. Foi passado que do dia 20 de setembro ao dia 18 de outubro foram feitos pouco mais de 600 atendimentos nesse período, o que dá uma média de 25 atendimentos diários. Um número muito baixo em relação ao que foi passado por meio da FMS. Gostaria de saber por que o número de atendimentos é baixo no Espaço Mais Saúde, Yves.

Muitas pessoas me ligando dizendo que não anda, que não tem exame, que não tem ‘isso’, que não tem ‘aquilo’. Gostaria de saber o número de exames que já foram realizados, o porquê de não estar andando o serviço, La Torre.

Na época o secretário encaminhou o número que seria feito de cada procedimento. Eu guardo tudo. E só pra vocês terem uma ideia, na parte de consulta de oftalmo, serão realizadas 11 mil consultas. E a parte da catarata, 4 mil. Por que não usar os recursos do município? Assim que sai da Carretas, ao invés de mandar o papel direto pra Central de Regulação, volta pras UBSs, aí que manda pra Central. Um tal de vai e volta. Quando vamos resolver? Façam as coisas certas, Maria.

Já tivemos com o prefeito, com o Dr. Djair, para que houvesse um esclarecimento por parte dessas autoridades. Fomos informados de que os procedimentos estão aquém do esperado, uma vez que as pessoas faltam muito e não confirmam os exames. Eu particularmente passei sábado de manhã lá e estava cheio. A informação que eu tive da Secretaria Municipal de Saúde é que eles fariam um rodízio: em uma semana fariam as consultas e na outra semana os exames, André Godoy.

O governo Juninho deixou bem claro que as Carretas estão corrigindo problemas que vêm de longa data. Vir falar que temos que usar recurso do município, nesse momento, me espanta muito uma vereadora que ficou 8 anos em um governo que deixou 37 mil pessoas na fila, Val Demarchi.

Líder do governo

“Quando se pega uma Casa realmente que foi totalmente depredada, saqueada e destruída, realmente leva um tempo pra se arrumar uma Casa. Não é do dia pro outro. Estão falando das Carretas e, de repente, questionando até, não podemos esquecer que essa herança de 37 mil procedimentos é uma herança que recebemos. Recebemos do governo anterior. Temos que lembrar isso”, Seron.

2 COMENTÁRIOS

  1. Mesmo com a prefeitura dando transporte gratuito até às carretas, muita gente não compareceu no dia e horário agendados. Eu presenciei isso. Não adianta oferecer o serviço, transporte e estrutura e a pessoa não ter o comprometimento de fazer a sua parte. Infelizmente o mal do Brasil é o próprio brasileiro, depois ficam reclamando que não tem isso ou aquilo. Enquanto não mudar a mentalidade das pessoas nada mudará. É mais fácil culpar a administração, o governo ou quem quer que seja, só que fazer a sua parte ninguém quer né? Todos querem atendimento VIP sem custo algum, aí fica difícil…

  2. Absurdo! Ainda joga a culpa na Administração passada…Foi essa Administração que trouxe as Carretas!
    Disseram que ia desafogar as filas de pequenas cirurgias e exames, mas até agora só estão tirando o povo de Palhaço! Foi um erro ou um Super Faturamento essas Carretas??

Qual sua opinião? Deixe um comentário: