Manifestação repercute entre lideranças políticas

81

Antonio Archangelo

Manifestantes tomaram as ruas centrais de Rio Claro no último domingo (12), pedindo a saída da presidente Dilma Rousseff
Manifestantes tomaram as ruas centrais de Rio Claro no último domingo (12), pedindo a saída da presidente Dilma Rousseff

Mesmo abaixo do esperado, a segunda manifestação contra a presidente Dilma Rousseff (PT), realizada em Rio Claro na manhã do último domingo (12), repercutiu entre as lideranças políticas locais. Para o atual presidente do PP de Rio Claro, Rogério Marchetti, “as manifestações são válidas e alguma coisa precisa ser feita”.

“Mesmo abaixo do esperado, a manifestação voltou a sinalizar que se nada mudar iremos padecer nas urnas”, considerou ao mencionar a aliança de partidos que dão sustentação ao governo petista em Brasília.

Para o presidente do PPS, o sindicalista Francisco Carlos Quintino da Silva, ainda falta sustentação jurídica para a saída de Dilma Rousseff (PT). “Pessoalmente acho que as manifestações são naturais no processo democrático, mas não vejo sustentação jurídica para um impeachment. Talvez, com a continuidade das manifestações não exista mais clima para ela governar, mas não vejo isso neste momento”, citou em entrevista ao Jornal Cidade.

Para o presidente do PCdoB, Luiz Carlos Rodrigues Rezende, “as pesquisas apontam uma grande participação de pessoas que não votaram em Dilma nas manifestações”. “A manifestação é justa, mas é das pessoas que já não votaram nela no último pleito”, opinou.

Para o prefeito Du Altimari (PMDB), as manifestações são legais e consolidam a democracia. “Toda manifestação democrática é bem-vinda e evidencia a consolidação da democracia no País. A rua é um espaço que deve ser utilizado”, finalizou o prefeito.

Já para a vice-prefeita Olga Salomão (PT), “as manifestações são importantes porque reforçam a democracia e fortalecem as instituições. Mostra que o País está em franco amadurecimento político. Também individualmente para a pessoa que participa é importante. Porém, é importante acompanhar a história através dos anos, e saber se houve manipulação, como foi feita e se ela foi um inocente útil ou não. O distanciamento do calor das emoções nos ajuda a perceber com mais clareza nossos atos e nos amadurece”, citou. Mais de duas mil pessoas estiveram reunidas no ato no município, sem incidentes registrados. Para Luiz Jardim, um dos organizadores, a população deve acreditar que as manifestações terão resultados práticos. “Não podemos acreditar que não dará em nada, temos que sair às ruas e todos sabem que o que o povo quer é o que prevalece”, citou Jardim.

2 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto pessoas fazem manifestações contra o PT,o partido que eles votaram o PSDB, ajuda a aprovar na câmara projeto de terceirização que reduzira salários e benefícios aos empregados.
    Logo o “Fora Dilma” se transformará em “Veta Dilma”

  2. Hoje o PT esta pagando caro tanto pela desgraça que sempre foi como oposição e hoje como dono do poder falido. As reformas que deveriam prosseguir foram deixadas de lado, agora eles não tem moral para prosseguir. Temos que sair de nosso comodismo, ir para as ruas organizadamente e derrubar toda essa corja de bandidos que se instalou em Brasília nos últimos 12 anos.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: