Maia diz que manterá votação da denúncia contra Temer e ministros

190

Estadão Conteúdo 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta tarde que manterá a sessão plenária desta quarta-feira, 25, em que está marcada a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, mesmo com o problema de saúde ao qual o chefe do Executivo foi acometido hoje.

Câmara atinge quórum para abrir procedimento de votação da denúncia

Quase oito horas após o início dos trabalhos, o plenário da Câmara atingiu por volta das 17 horas desta quarta-feira, 25, o quórum mínimo de 342 deputados no plenário para iniciar a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência). A oposição, que não tinha marcado presença até então para tentar provocar o adiamento da votação, começará a registrar presença, o que deve elevar o quórum.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: