Macaron, uma delícia francesa

243

Favari Filho

A francesa Sophie Lironcourt Murari é quem prepara os doces da empresa
A francesa Sophie Lironcourt Murari é quem prepara os doces da empresa

Há dois anos morando com o marido na Cidade Azul, a francesa Sophie Lironcourt Murari revelou à reportagem do Especial Gastronomia que desde pequena gosta de fazer doces, porém, em Paris, o prazer da confeitaria era apenas um hobby. Entretanto, chegando ao Brasil, o desejo de compartilhar sabores e experiências resultou na Coccinelle Doces Finos Franceses. A empresa, aberta em 2015, iniciou produzindo para festas e conhecidos com o propósito de oferecer típicas guloseimas francesas.

Devido ao brilhante trabalho e a intensa dedicação, o sucesso do negócio foi imediato. “Nossa satisfação é proporcionar aos clientes uma experiência única de sabores, utilizando sempre os melhores ingredientes do mercado”, enfatizou Sophie. A especialidade da casa, expôs, é o macaron, “um biscoito redondo recheado, crocante por fora e úmido e macio por dentro, feito com clara, farinha de amêndoas e açúcar. Há diversos sabores como chocolate, doce de leite com nozes, framboesa, pistache, entre outros”.

Uma receita de 1830

Para a confecção do macaron perfeito, o ‘savoir faire’ [habilidade] e a qualidade dos ingredientes são essenciais; Sophie confessou que as receitas foram especialmente desenvolvidas por chefes franceses e que todos os doces são produzidos artesanalmente com muita dedicação e carinho.  “Isso faz com que nossos produtos sejam reconhecidos como os melhores do mercado”. Sophie confecciona também crèmes brulée [creme de baunilha], éclairs [tipo de bomba], tarteletes e financiers [bolinho de amêndoas], além de chás especialmente selecionados.

O macaron é provavelmente originário de algum lugar entre o Oriente Médio e Norte da África. Na Idade Média, apareceu pela primeira vez na Europa, mas ainda não tinha cor ou cheiro atual; foi na Itália que começou a obter novas formas e sabores, contudo bem diferente dos atuais. No Renascimento, foi introduzido na França por Catherine de Medici, quando do casamento com o duque de Orleans, futuro rei da França.coccinelle2

Por volta de 1830, em Paris, a receita atual do delicioso macaron começou a ser popularizada, quando confeiteiros tiveram a ideia de juntar os biscoitos e acrescentar recheio. Nascia o ‘macaron de Paris’ ou ‘macaron Parisien’, difundido especialmente por Ladurée, típico salão de chás de Paris. Ao longo do tempo, a iguaria francesa vem sendo adaptada e ganhando novas cores, formas e sabores; existem também as versões salgadas.

 

Qual sua opinião? Deixe um comentário: