Juninho da Padaria segue na frente na corrida eleitoral em Rio Claro

148

Antonio Archangelo

Se as eleições fossem hoje, o candidato a prefeito Juninho da Padaria (DEM) seria eleito com 53,1% das intenções de voto. É o que evidencia a pesquisa encomendada pelo Jornal Cidade e realizada pela Limite Consultoria e Pesquisas de Marketing. Em agosto, quando também estava à frente dos adversários, o candidato possuía 42,7% das intenções.

No levantamento atual, o democrata pontua 68,4% entre os eleitores residentes na região dos bairros Jardim Novo, Guanabara e Jardim das Palmeiras. Em setembro, empatados tecnicamente, aparecem Gustavo Perissinotto (PMDB) com 7,7%; e Sérgio Santoro (PRB) com 5,5%. Em agosto, quando pontuou 8,4%, Santoro tinha uma pequena vantagem em relação ao peemedebista, que possuía 4,7% das intenções de voto, também em um quadro de empate técnico.

carrinhos

Hoje, de acordo com o levantamento, Perissinotto registra 11,5% das intenções de voto entre entrevistados com renda familiar igual ou superior a cinco salários mínimos. Já Santoro tem pico de intenções na região dos bairros Bonsucesso e Novo Wenzel e adjacentes, onde pontua 9,2%. Abaixo da margem de erro de 3,7% para mais ou para menos aparece o advogado Alcir Russo (PV) com 1,2%. Em agosto, o candidato pontuou 1%.

Em relação a Russo, o candidato chega a 4,6% entre entrevistados residentes em uma área que vai do Floridiana ao Grande Cervezão e bairros vizinhos. O professor Airton Moreira (PSOL) registrou nesta pesquisa 0,9%. Pontuando 3,5% entre os entrevistados com no mínimo Ensino Superior.  Em agosto, no levantamento geral, o candidato do PSOL apareceu com 1%. Entre os seis candidatos, Mário Zaia (Solidariedade) registou 0,7% das intenções de voto. Em agosto, o candidato chegou a registrar 2,2%, em uma melhor avaliação.  Os indecisos somam 14% e os brancos/nulos 16,9%. Em agosto, a pesquisa mostrava que os votos brancos e nulos somavam 26,5% e os indecisos 13,5%. Números mostram alta queda entre os votos nulos e brancos.

ESPONTÂNEA

O vereador e candidato a prefeito João Teixeira Júnior, o Juninho da Padaria (DEM), lidera as intenções de voto na pesquisa espontânea a prefeito em Rio Claro. Em levantamento encomendado pelo Jornal Cidade à Limite Consultoria e Pesquisas de Marketing, o democrata foi lembrado por 34,4% dos entrevistados pela Limite. Em seguida vem Gustavo Perissinotto (PMDB), com 6,1%; o advogado Sérgio Santoro (PRB), com 3,3%; Alcir Russo (PV) com 0,6%; Mário Zaia (SD) com 0,5%; e Airton Moreira (PSOL) com 0,4%.

Em agosto, Juninho da Padaria tinha 14,8%, seguido de Santoro com 2,9%, Gustavo Perissinotto com 1,3%, Mário Zaia e Airton Moreira 0,3%, cada. E Alcir Russo 0,1%. No levantamento, o percentual de eleitores indecisos caiu. De acordo com a pesquisa, 39,9% dos entrevistados se mostram indecisos. Em agosto esse percentual era de 69,9%. Branco/Nulo somam hoje 14,8%. Em agosto, 10,1%. A margem de erro da pesquisa é de 3,7% para mais ou para menos.

Para o coordenador de projetos da empresa Limite, Luís Fernando Formigari, em relação à pesquisa espontânea, “podemos dizer que temos um pouco mais de um terço que ainda não escolheu seu candidato”, disse à reportagem do Jornal Cidade. Faltando 14 dias para o eleitor mudar ou não o quadro.

Resultado da pesquisa espontânea
Resultado da pesquisa espontânea

REJEIÇÃO

A pesquisa Limite/JC também perguntou ao eleitor em quais candidatos “não votaria de jeito nenhum para prefeito de Rio Claro se as eleições fossem hoje”. O resultado aponta que 11,1% dos entrevistados não votariam em nenhum dos candidatos a prefeito. Outros 27,5% não rejeitariam nenhum dos candidatos a prefeito. Para o coordenador de projetos da empresa Limite, este resultado evidencia uma rejeição baixa entre os postulantes. “O ponto importante é que a rejeição dos candidatos é baixa”, disse Luís Fernando Formigari à reportagem do JC.

Entre os candidatos, Mário Zaia (Solidariedade) é o com maior índice de rejeição: 18,7% dos entrevistados não votariam no candidato. A citada rejeição chega a 22,8% entre entrevistados residentes na região central e bairros adjacentes. Em agosto, o candidato foi rejeitado por 17,2% dos entrevistados. Zaia é seguido por Gustavo Perissinotto (PMDB) com rejeição de 11,6%; Sérgio Santoro (PRB) com rejeição de 10%; Alcir Russo (PV) com rejeição de 8,6%; Airton Moreira (PSOL) com rejeição de 8,4%; e Juninho da Padaria (DEM) com 6%.

O democrata, que é o primeiro nas intenções espontâneas de voto e estimuladas, registrou em agosto rejeição de 6,5% dos eleitores rio-clarenses, muita próxima da atual. Não responderam à questão sobre rejeição na pesquisa 17,8% dos entrevistados.

Resultado da pesquisa de rejeição
Resultado da pesquisa de rejeição

Qual sua opinião? Deixe um comentário: