Samia Dias

Você sabe o que seu consumidor quer?

Saiba como transformar seu produto em algo desejável pelo consumidor.

Para podermos vender produtos é necessário entender sobre ele, identificar os diferenciais perante a concorrência e principalmente, saber o que o seu público-alvo ou consumidor deseja.

Entender sobre o produto é fundamental para poder explorá-lo: embalagens variadas, formas de utilização diversificadas, sendo que tudo isso deve estar alinhado ao que o consumidor deseja como solução.

É aí que está o ponto chave desta abordagem: se temos um produto que se diferencia de seus concorrentes, atende os desejos dos consumidores, pode-se dizer que as vendas já estão garantidas! Será?

Atualmente somos bombardeados com informações que a maneira de compra do consumidor está mudando, que a maioria deles não são fiéis às marcas, que muitas vezes a solução que acreditamos estar sendo atendida pode mudar em questões de meses… Será que as vendas estão garantidas?

Empresas tradicionais e mundialmente reconhecidas estão a todo tempo preocupadas com o que seus clientes pensam e com o que seus novos clientes pensarão a respeito de seus produtos e marcas. A partir disso, elas estão diversificando a maneira de oferecer e vender seus produtos ao seu público-alvo/consumidor, que podem se diversificar em questões demográficas como faixa-etária e gênero, mas dificilmente em relação às classes econômicas (leia o artigo “Como vender para o mercado de luxo?”).

Para saber o que os consumidores pensam, é necessário realizar investimentos em pesquisas que tragam informações relevantes sobre seus comportamentos, seja de uma maneira geral ou específica. Por isso que neste momento falo dos 4C´s, criados por Robert Lauterborn  na década de 1990 e que continua atual para os dias de hoje:

Carência dos consumidores:

As necessidades dos consumidores são mutáveis. Isso acontece justamente porque empresas que investem em capital intelectual possuem condições de oferecer produtos inovadores que são capazes de gerar o desejo de compra. Neste sentido, é necessário saber o que o consumidor quer de seus produtos e marcas.

Custo para o consumidor:

Neste item as empresas devem diferenciar o preço do valor percebido pelo consumidor. Se a marca for reconhecida e o produto tiver aquilo que o consumidor procura, pode ter certeza que ele irá comprar.

Conveniência do consumidor:

Seu produto é oferecido em diferentes pontos de venda? Atualmente é possível encontra-lo através de uma busca pela internet? Quanto mais facilitarmos o acesso ao produto, mais fácil será sua compra.

Comunicação com o consumidor:

O produto deve transmitir a informação que o público-alvo/consumidor deseja ouvir. Qualquer marca ou produto deve ter um conceito único que seja percebido pelo consumidor para que o desejo de compra se concretize.

Todos os C´s devem ser trabalhados em conjunto, para que a empresa possa cumprir a função desejada.

Até a próxima!!

Outros posts deste autor
Omni-channel, como fazer e por que fazer?
Tenha sucesso com sua equipe de vendas
Ser lembrado é o suficiente?
Viva a experiência!
Sua imagem é tudo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JCblogs Produzido por Gabriel Ferrari Mariano