Gabriel Ferrari

Porque está todo mundo infeliz

Existe um sentimento de infelicidade e frustração nos jovens do mundo de hoje. Se você nasceu entre 1970 e 1990 você é este jovem e este texto é para você.

Prólogo da Realidade

Os seus avós(conhecidos como geração Baby Boomers) viveram em épocas de recessão, e ralaram muito pra conquistar conforto. Como era só o que buscavam, a realidade alcançada foi generosa para seus esforços de vida. Tem muito avozinho rico por ai…

Seus pais , que são a geração X viveram numa época de ascensão de prosperidade. Esperavam pouco da vida, como um bom emprego e aposentadoria. Impulsionados pelo desenvolvimento econômico a geração X conseguiu ir além de suas expectativas. Era mais fácil comprar casa, carro entre outras coisas. E eles conseguiram em geral, tudo isso.

Essas duas gerações não tinham expectativas infladas, e como trabalharam muito, conquistaram mais do que esperavam após anos de esforço. A grama do vizinho era verde, mas a deles também.

 

expectativas dos seus pais e avos

Felicidade = Realidade – Expectativas

 

A ilusão da Geração Y

A geração X ensinou para os filhos que eles poderiam ter tudo o que quisessem. Mas a cultura de “eu-não-quero-que-meu-filho-sofra” esqueceu de avisar que isto custaria muitos anos de esforço, sangue, sofrimento e paciência. Inspirados com seu próprio sucesso, essa geração disse ainda: “Você é especial.” Enfim, jovens que nunca fizeram um esforço tem em mente que “São especiais e podem ter tudo o que quiserem a qualquer momento”.

 

Eles pensam: “Claro que as outras pessoas vão se dar bem, mas como eu sou espetacularmente fodástico, a minha vida, vai ser incrivelmente melhor que qualquer outra”. O Gramado do vizinho é verde, mas o deles é um gramado florido com unicórnios voadores. O indivíduo da geração Y vive uma ilusão que vai deixá-lo infeliz.

expectativas do fodão

Fórmula da Felicidade

 

Os Y(como vou me referir à geração Y à partir de agora) são muito imaginativos, muito ambiciosos mas com pouca paciência. Acabam desenvolvendo uma visão superestimada de si mesmos e expectativas inalcançáveis para sua realidade. Grandes expectativas com pequenos esforços vão fazê-los esquecer dos pequenos sucessos do dia a dia. Com isso sentirão que sua vida é medíocre. Se a realidade supera a expectativa,você se sente feliz, caso contrário, você sentirá infeliz.

A vida da geração Y não é ruim, mas a grande expectativa torna ela infeliz.

A vida da geração Y não é ruim, mas a grande expectativa torna ela infeliz.

 

Injustiça Profissional

Como se sente muito especial, o jovem Y acredita que o seu futuro brilhante é questão de tempo. Não percebe que a situação em que se encontra é bem mais modesta do que sua expectativa super inflada. Então ele se sente angustiado pois não está recebendo o sucesso que acredita merecer.

 

O Pesquisador Paul Harvey da Universidade de new Hampshire conclui que a geração Y tem dificuldades de relacionamento e expectativas fora da realidade. Eles não lidam bem com a hierarquia, tem dificuldade em aceitar críticas negativas e uma visão superestimada de si mesmos. Diz ele que essa geração sente que é merecedora de respeito e sucesso que não condiz com seu nível de habilidade e esforço. Isso os fazem sentir infelizes.

vceocara

Você pensa que é o cara….

 

 

Amor Imaginário

A geração Y vive relacionamentos imaginários. Em geral projetam em seus parceiros expectativas fora da realidade. Embarcam em relacionamentos enxergando apenas as coisas que faltam em seus parceiros, deixando de focar em suas qualidades.  Com uma visão superestimada de si mesmo os Y procuram um parceiro que alcance esse padrão irreal.

Com o tempo diminuem o valor de seu próprio parceiro, partindo em busca do “príncipe imaginário” acumulando angústias de vários relacionamentos arruinados. Talvez seja culpa da Disney que ensinou que a branca de neve podia dispensar o caçador pra esperar um príncipe encantado.

Bruto e rústico, mas sincero e corajoso. Não estava bom pra começar?

Bruto e rústico, mas sincero e corajoso. Já não estava de bom tamanho?

Relacionamentos felizes focam nas qualidades que cada um traz para o casal. Se há algo imprescindível faltando isto pode ser adquirido com o tempo. Fui padrinho de casamento de meu melhor amigo de infância e vendo todo o caminho de amor e dramas posso garantir: Qualquer relacionamento feliz tem que ser construído. Não é uma questão de merecimento.

“Se a janela quebra, você não sai e compra outra casa. Você conserta a janela. Se toda vez você procurar uma casa nova pra morar, nunca vai ter um lugar pra chamar de lar.”

Se esses jovens adultos abandonarem o ego inflado e viverem a realidade, vão perceber que seus parceiros são pessoas tão imperfeitas quanto eles. Contudo podem construir um relacionamento repleto de felicidade baseado inicialmente apenas em amor. Se não compreenderem isso vão viver perseguindo um amor imaginário.

 

branca de neve realidade

Na vida real a branca de neve dispensou o caçador esperando um príncipe imaginário que nunca apareceu. Então ela dormiu com os sete anões e acabou casando com o sobrinho endinheirado da bruxa.

 Tortura Online

A vida do Y já é bem frustrante. Mas nos últimos tempos deu pra piorar. Acontece que as pessoas têm altos e baixos na vida. Mas no Facebook quase todo mundo posta fotos de uma vida brilhante. Parece que não há problema na vida delas. Isso deixa a impressão ao coitado do Y que todas as pessoas estão indo super bem enquanto a vida dele está uma droga.

 É a geração do “não posso ser, então vou parecer”

Isso é um ciclo vicioso terrível. No final das contas está todo mundo no mesmo barco. Essas pessoas podem estar sofrendo tanto quanto o Y, mas fazem isso em troca de um bem estar momentâneo que tortura ele.

expectativas no facebook

 Consertando a realidade

Nascido em 89 sou excelente representante da Geração Y. Sou um exemplo clássico dessa visão superestimada de si próprio. Por isso fracassei em praticamente tudo o que me envolvi, por não atingir as expectativas esperadas. Na realidade sempre obtive bons resultados mas desvalorizei os sucessos e momentos do dia a dia para ficar focando em expectativas irreais. Buscando meu próprio aperfeiçoamento pude sair dessa Matrix. Mas há muitos outros da geração Y presos, e por isso vou deixar algumas dicas:

 

Baixe a bola

Você não é especial. Você não é fodástico. Você vai viver só uma vez, então viva na realidade. Pare de sofrer sonhando. Faça as coisas que quer fazer. Como diz Tyler Durden, “Não queira ser completo, nada de querer ser perfeito. Pare de tentar controlar tudo e deixe o barco correr“. Baixe a bola e viva no presente. Veja como as coisas que você consegue no dia a dia já são muito importantes. Se ficar olhando o futuro você vai ficar frustrado.

 

Pare de se comparar

Ninguém está nos seus sapatos. Aprenda com todos mas não tome decisões precipitadas baseadas na opinião dos outros. Eles não vão passar pelas consequências. Você vai. A verdade é que todo mundo está frustrado, triste e com problemas. Não está fácil pra ninguém na verdade.Pare de se comparar e preste atenção  na sua vida…. e use bem menos o Facebook.

Relaxe. No final todo mundo acaba igual.

Relaxe. No final todo mundo acaba igual.

Continue Vorazmente Ambicioso

Mantenha-se ambicioso.  Porque este mundo nunca esteve tão conectado e cheio de oportunidades. Vai ser difícil, vai ser foda, mas ninguém pode provar que não é possível certo? Viva o que você já ama e você não vai ter tempo pra ser infeliz.

Steve-Jobs

Continue faminto, continue tolo.

 

Este texto foi inspirado no original Why Generation Y Yuppies Are Unhappy, com uma boa tradução no Demografia Unicamp.

Outros posts deste autor
analise do cérebro
Como melhorar em 14 segundos
Pra que defender Lula?
Sérgio Moro não é o herói
O herói não é Sérgio Moro
Quem está levando o racismo adiante?
Resolva Conflitos Como Um Mestre Zen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JCblogs Produzido por Gabriel Ferrari Mariano