Vivian Guilherme

Por mais Simone e Simaria

Por muitas vezes utilizei esta coluna para criticar a onda de sertanejo universitário que dominou as rádios e as paradas de sucesso, sem deixar espaço para qualquer outro tipo de manifestação musical. Entretanto, o que é bom merece ser destacado, independente do ritmo musical. Pois então o assunto hoje é: Simone e Simaria (lê-se Simária). A dupla de irmãs parece ter vindo para ficar e, com elas, uma sequência de duplas sertanejas com mulheres que estão ganhando notoriedade. E esse movimento é bastante simbólico, porque mostra as mulheres tomando um espaço que sempre foi dos homens, principalmente com letras – cada vez mais – machistas e misóginas.

Mas, por que Simone e Simaria? Além da voz impecável das meninas, que esbanjam qualidade, elas são autoras das próprias músicas, gerenciam sua própria carreira, e ainda é possível listar uma série de outras funções que as meninas desenvolvem. Sem contar a persistência e a garra para alcançar o sucesso, que começou a ser galgado na infância pobre no Ceará.

Além de tudo isso, o mais interessante é uma música da dupla que já teve mais de 22 milhões de visualizações no YouTube. Ela se chama “Ele bate nela”, de autoria de Simaria. Impossível não deixar uma lagriminha escorrer ao ouvir a voz potente das meninas cantando uma letra tão triste e relatando um fato ainda tão frequente em nossa sociedade.

No último dia 7 de agosto, comemorou-se dez anos da criação da Lei Maria da Penha. Portanto, nada mais oportuno que comentar sobre isso por aqui. O clipe da canção “Ele bate nela” termina com a frase “Não se cale. Denuncie. Ligue 180”. Eu torço para que a música tenha mais Simones e Simarias do que marmanjo incentivando o estupro e assediando mulher por aí.

Outros posts deste autor
Plantão Policial: tragédia em Assistência, roubo de veículo, ato infracional
Plantão Policial: roubo de malote, flagrante embriaguez, furto no Lago Azul
Plantão Policial: flagrante de tráfico de drogas, furto, roubo
Mais Amado Batista e menos Anitta
A verdadeira rainha do rock

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JCblogs Produzido por Gabriel Ferrari Mariano