Samia Dias

Cadê a conscientização?

Infelizmente aqui no Brasil as pessoas começam a se mexer somente quando passam por situações complicadas ou de risco como vemos hoje em dia. Não queria utilizar este termo, mas a revolta é tão grande, que me sinto no direito em dizer: as pessoas só se mexem quando a água bate na bunda.

Hoje esta coluna vai mais como um desabafo do que algo a se refletir sobre publicidade, propaganda ou marketing, mas que também tem a ver com tudo isso.

O caos está instalado no Brasil e por que não dizer em Rio Claro?

Não estamos sofrendo com a falta de água, mas estamos sofrendo com milhares de pessoas infectadas com a Dengue. Doença que vem através de um mosquito que pode ser eliminado se a população soubesse o verdadeiro risco que corre antes mesmo de ser picado pelo mosquito.

Ah, mas para que prevenir? Não é nada demais! Apenas um mosquito que está afetando a cidade vizinha, não aqui.

Chega! Será que todos os formadores de opinião não sabem que isso é somente uma questão de conscientização?

Deixa na mão dos agentes de saúde quando a bomba estourar, tenho certeza que eles dão conta!

A mesma coisa vale para a falta de água. Para que conscientizar, reeducar sobre o uso correto? Ah, a falta de água é na cidade vizinha, aqui não está acontecendo nada.

Não me venha falar que estamos prevenindo porque subiu a taxa de água e de luz.

CADÊ A CONSCIENTIZAÇÃO?

Vi passar o carnaval e ninguém falando sobre AIDS. Minha geração viu diversas pessoas morrerem dessa doença, porém, os jovens de hoje em dia sabem que a situação está “controlada”, afinal de contas existem remédios que prolongam a vida das pessoas, vacinas estão sendo testadas em macacos e serão testadas em humanos em 2016.

E eu lhes pergunto: CADÊ A CONSCIENTIZAÇÃO?

Podem falar que conscientizar gasta dinheiro, mas eu chamo isso de investimento. Hoje temos em mãos as redes sociais que não custam nada para fazer uma campanha. Temos faculdades que desenvolvem campanhas gratuitamente para instituições sem fins lucrativos para o desenvolvimento de seus alunos e ainda favorecem a população.

Ah, mas para que se preocupar? Todos os problemas é na grama do vizinho, aqui não!

Sei que a imprensa informa muito bem todos os fatos que acontecem no mundo, no Brasil e em Rio Claro. A população toma conhecimento de tudo o que ocorre e sabe muito bem das necessidades. Porém, é necessário mais do que isso, é importante conscientizar, prevenir antes de que os fatos aconteçam, para que a população não sofra tanto quando os problemas se agravam.

Vocês devem estar pensando que estou aqui para criticar o governo, mas na verdade não. A crítica vai a todos nós que temos condições de pensar e agir seja até mesmo para conscientizar pequenos grupos que fazemos parte.

Somos cabeças pensantes e temos condições de fazer com que cada um pense e aja diferente. A iniciativa privada também pode fazer a sua parte por um mundo melhor. É muito fácil jogar a culpa nos governantes, mas também temos a nossa parcela de culpa sim.

United colors 19

Cada um tem uma profissão que pode contribuir de uma forma para conscientizar toda a população que não tem acesso à informação. Que tal unirmos forças?

CADÊ A CONSCIENTIZAÇÃO?

Sei que não é tarefa fácil, mas é necessário dar o primeiro passo.

Me despeço aqui, com a esperança de ter dado o primeiro passo, imaginando que cada um pensará numa maneira de colaborar.

Até semana que vem!

Outros posts deste autor
Você sabe o que seu consumidor quer?
Omni-channel, como fazer e por que fazer?
Tenha sucesso com sua equipe de vendas
Ser lembrado é o suficiente?
Viva a experiência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JCblogs Produzido por Gabriel Ferrari Mariano