Gilson Santullo

Dupla rende dois e rouba empresa de logística

Roubo na empresa

A Polícia Militar de Rio Claro registrou ocorrência de roubo na empresa de logística de telefonia celular no início da madrugada nesta terça-feira (25) na Rua 7 no Jardim Village, próximo do bairro Arco Iris.

A primeira vítima foi o analista de logística de 28 anos, rendido no escritório da empresa por dois assaltantes com arma de fogo e moto Titan, roubaram aparelho Iphone, Nextel e R$ 1,4 mil.

A segunda vítima foi o motorista de 56 anos que presta serviço para empresa, rendido pela dupla de ladrões em frente do local.

Tentativa de roubo

Tentativa de roubo de veículo foi registrada às 20h35 de segunda-feira (24) na Rua 11 no bairro BNH em Rio Claro. A vítima foi o mecânico de 32 anos, rendido por dois assaltantes pardos, um deles com pistola.

A dupla roubou o veículo GM Corsa tipo caminhonete, de cor cinza, ano 1998, placas JYR-8567 de Rio Claro e fugiu no sentido para Vila Olinda.

O veículo foi abandonado pelos ladrões na Rua Jacutinga, devido o GM Corsa ser equipado com dispositivo que corta combustível, bloqueador, segundo informação da Polícia Militar.

Roubo na região central

Roubo contra transeunte aconteceu às 22h45 de segunda-feira na Avenida 20 na região central de Rio Claro. A vítima foi o estudante de 34 anos, rendido por assaltante que vestia moletom de cor vermelha, magro e com arma de fogo.

O ladrão roubou mochila da vítima onde havia celular e fugiu para direção desconhecida.

Moto de Araras

A motocicleta Honda Titan ES, ano 2009, de cor cinza, placa EKE-2701 de Araras, foi localizada pela Polícia Militar às 8h50 de segunda-feira na Avenida 62-A no bairro São Miguel em Rio Claro.

O veículo é produto de roubo no dia 11 de março neste ano em Araras.

Apreensão de pássaros

Componentes da viatura de prefixo 442 da Guarda Civil Municipal (GCM) de Rio Claro efetuavam patrulhamento na tarde de segunda-feira na Rua Jacutinga quando ao adentrarem na área rural avistaram três jovens próximo de uma mata que ao notarem aproximação da viatura demonstraram certo nervosismo o que resultou em uma abordagem de rotina.

Os indivíduos foram abordados e dois deles eram menores, os jovens estavam com duas gaiolas que continham dois pássaros silvestres, um da espécie Bigodinho e outro da espécie Coleirinha, junto a uma das gaiolas também havia um produto conhecido como visgo usado para prender os pássaros silvestres que se aproximam da ave chamariz e são aprisionados pelos caçadores.

Os três foram conduzidos até ao plantão policial onde foi apresentado o fato para autoridade plantonista que determinou lavratura do Termo Circunstanciado nº 900061/2014 (lei 9605/98 Artigo 29), após o registro as aves foram apreendidas e permanecerão sob a guarda da Polícia Ambiental que tomará as medidas administrativas cabíveis ao crime cometido.

Os menores foram entregues aos seus responsáveis e responderão com o maior de idade em liberdade pelo crime ambiental, informação da Guarda Civil.

Outros posts deste autor
Coutinho, o cabra marcado para morrer
Documentários para ver ontem
Filmes que são presentes
“Você não pode se livrar de Babadook”
As mulheres badass do cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JCblogs Produzido por Gabriel Ferrari Mariano