Roberta Moraes

Aprendendo a gostar de você mesmo!

Sim!

Você não leu errado!

É preciso aprender a gostar de você mesmo!

Desde muito cedo uma criança constrói uma opinião a respeito de si mesma. Tudo começa e é construído no meio em que vivemos. É na mais tenra infância que começamos a ouvir os primeiros pronunciamentos a respeito de nós mesmos! É na infância que se constroem castelos ou masmorras.

Todas as colocações e ou manifestações que ouvimos ou percebemos daqueles com quem convivemos ao nosso respeito calam muito fundo. Pais, parentes mais próximos, professores, colegas… Podem construir a auto-estima de um vencedor ou dar margem para a do pior dos perdedores.

Quando dizemos para uma criança que ela é feia, má, ridícula e insuportável, podemos estar lesando a tal ponto sua auto-estima, que ela dificilmente conseguirá se enxergar com outros olhos.

Não quero dizer aqui que as crianças não possam ou não devam ser corrigidas, pois isto seria algo tão grave quanto lesar sua auto-estima. O que é preciso é focar na ação errada, no comportamento inadequado e destacar o que não foi legal. Dizer a uma criança que tal atitude não é certa, que tal comportamento não foi legal e que não gostamos do que ocorreu; é bem diferente de dizer que a criança não é legal, que faz tudo errado e  que não gostamos mais dela! É preciso corrigir sem lesar a auto-estima!

E, nós, adultos, que por ventura

tivemos nossa autoestima lesada, já

não temos mais jeito?

Só não haverá mais jeito se você mesmo não quiser!

Lembre-se da nossa última conversa: PENSAMENTO É A CHAVE!

Se você não é mais criança, já tem condições de SER PORTEIRO dos TEUS PENSAMENTOS! Ser Porteiro é alimentar a mente com os Pensamentos que queremos que se materializem e procurar desviar de qualquer outro que se mostre contrário a este propósito.

Mas, AUTO-ESTIMA precisa ter foco. Só melhoramos quando temos de fato uma visão realista de nós mesmos. Sim! AUTO-ESTIMA é uma visão REALISTA e POSITIVA de SI MESMO, com foco na MELHORA CONTINUA!

Comece repetindo para si mesmo, mentalmente, uma vez por dia, frases que fortaleçam algo que você precisa desenvolver. Tais frases precisam ser positivas e afirmativas!

Dizer: Eu sou uma pessoa alegre, é bem diferente de dizer: Eu não sou triste! Nesta segunda frase queremos focar na alegria, mas batemos na tristeza! Ter o NÃO para indicar como somos, leva a nossa mente exatamente a idéia contrária daquilo que almejamos. Estudos mostram que a palavra não é tão usada na primeira infância, que uma criança ao chegar a idade de 10 anos, ouviu entre 100 mil a 1 milhão de NÃOS, DEPENDENDO da cultura ou meio em que viveu ou foi educada. Conclusão? Uma frase com o NÃO, entra na nossa mente exatamente como se ele  lá não estivesse!

Procure cuidar da sua CRIANÇA INTERIOR. Se dê Amor! Olhe-se olho no olho num espelho e diga tudo o que precisa ouvir de bom! Diga SEMPRE no POSITIVO e AFIRMATIVAMENTE!

Assim você estará aprendendo a GOSTAR DE VOCÊ MESMO!

Meus Pensamentos

@Até o próximo SÁBADO! Cuide-se!

 

😉 RLM

 

Outros posts deste autor
COMO A MEDICINA DA DOENÇA FUNCIONA
Acompanhamento Psicopedagógico
Doença Psicossomática
AMARGURA
INVEJA ou CIÚMES?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JCblogs Produzido por Gabriel Ferrari Mariano