Imóvel fechado pode ser limpo com taxa cobrada pelo serviço

94

Ednéia Silva

Secretário de Manutenção e Paisagismo, Sérgio Guilherme
Secretário de Manutenção e Paisagismo, Sérgio Guilherme

A Prefeitura de Rio Claro, por meio da Secretaria Municipal de Manutenção e Paisagismo, tem realizado a limpeza de terrenos baldios e enviado a conta aos proprietários. A medida também está sendo adotada para os imóveis fechados que estão abandonados. A administração municipal conseguiu algumas autorizações judiciais para entrar nesses imóveis para fazer a limpeza e até mesmo demoli-los, caso seja necessário.
O assunto foi abordado pelo secretário municipal de Manutenção e Paisagismo durante entrevista ao programa Jornal da Manhã, da Rádio Excelsior Jovem Pan nessa terça-feira (4). De acordo com ele, quando a secretaria recebe denúncia sobre imóvel abandonado com mato e sujeira, informa o departamento jurídico, que procura localizar e intimar o proprietário. Caso isso não seja possível, é solicitada autorização na Justiça para entrar no prédio e fazer a manutenção necessária.

Sérgio Guilherme comenta que a prefeitura já conseguiu algumas autorizações judiciais. Como exemplo, ele citou uma casa abandonada na Rua 1 com a Avenida 16 que foi demolida pelo governo municipal em novembro último. O imóvel estava abandonado há anos e era alvo frequente de reclamações por parte dos vizinhos. Outros prédios na mesma situação podem ter o mesmo destino. A conta do serviço é enviada aos donos.

A cobrança por serviços de limpeza realizados pela prefeitura também é feita no caso de terrenos baldios. Os proprietários são notificados pelo Diário Oficial a fazerem a limpeza e, se não tomarem providência, o serviço é efetuado pela prefeitura e cobrado posteriormente. O secretário comenta que está havendo maior colaboração da comunidade na limpeza e manutenção, mas ainda existem muitos terrenos a serem limpos. Segundo ele, a fiscalização vem agindo e fazendo sua parte. Há equipes trabalhando nos bairros Cidade Jardim, Jardim São Paulo, Claret e Mirassol. Uma equipe de tratoristas corta o mais alto, outra equipe faz a limpeza do terreno e entorno e o caminhão recolhe a sujeira. Tudo feito de forma sincronizada.
O secretário pede o apoio da comunidade para que faça o descarte correto do lixo. É preciso ainda cuidar das praças e áreas verdes da cidade. Solicitações de limpeza podem ser feitas pelo telefone 156 ou no Atende Fácil na Av. 2, número 130, entre as ruas 2 e 3, Centro.</p>

Esta é uma reprodução da notícia publicada na edição impressa do Jornal Cidade 

DEIXE UMA RESPOSTA