Homem que atirou em cobrador é identificado

142

Carine Corrêa

Cobrador percorria linha Bonsucesso/Novo Wenzel e foi baleado após recusar passagem gratuita a uma passageira
Cobrador percorria linha Bonsucesso/Novo Wenzel e foi baleado após recusar passagem gratuita a uma passageira

A Polícia Civil de Rio Claro esclareceu a autoria do crime envolvendo um cobrador de ônibus da empresa Rápido São Paulo. N.L., de 33 anos, teria discutido com uma mulher no dia anterior porque ela não tinha dinheiro para pagar a passagem de ônibus no bairro Novo Jardim Wenzel. Ele foi atingido por dois tiros nas axilas.

“O acusado foi localizado pelos investigadores. Ao ser interrogado, confessou o crime e disse que atirou no cobrador pois ficou com medo que ele fosse agredi-lo”, afirmou o delegado Alexandre Della Coletta, que comanda a equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). “L.G.S., de 24 anos, foi indiciado pela tentativa de homicídio e o inquérito será encaminhado à central de polícia para prosseguimento das investigações”, acrescenta.

O crime

O funcionário da empresa de transporte coletivo de Rio Claro, Rápido SP, foi baleado logo no início da manhã de quarta-feira (12), entre 6h e 7h, durante o expediente. O homem foi socorrido na época a Unidade de Pronto Atendimento da Avenida 29.

A matéria na íntegra você confere na edição impressa do JC nesta quinta-feira (20).

DEIXE UMA RESPOSTA