Gui Deodato relata experiência de ter jogado o Mundial por Bauru

81

Matheus Pezzotti

No último domingo (27), Paschoalotto/Bauru e Real Madrid, da Espanha, fizeram história no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

As duas equipes disputaram, em melhor de duas partidas, a final do Mundial Interclubes com direito a uma vitória para cada lado. Nesta última, a equipe bauruense foi superada por 91 a 79 e chegou ao patamar mais alto de sua história: a segunda colocação do Mundo de 2015. No primeiro duelo, realizado na sexta-feira (25), o Bauru venceu o Real Madrid por 91 a 90.

E um jogador do Rio Claro Basquete, com história marcante no time bauruense, vestiu a camisa de sua ex-equipe no Mundial. O ala Gui Deodato falou a respeito de sua histórica participação e comenta que não esperava jogar, mas avalia como grandiosa experiência para a carreira.

Gui Deodato tem sido um dos principais nomes do time rio-clarense nesta campanha histórica no Campeonato Paulista
Gui Deodato tem sido um dos principais nomes do time rio-clarense nesta campanha histórica no Campeonato Paulista

“Estou muito feliz pela confiança depositada no meu trabalho e primeiramente agradeço ao Rio Claro Basquete por ter me liberado para esses jogos importantes para a história do Bauru e do basquete brasileiro. Foi muito especial, é um lugar que eu me sinto à vontade, pelo acolhimento como sempre me trataram. Foram dias de grande experiência que valeram para a minha carreira, onde aprendi muito, vendo uma grande estrutura do maior clube do mundo, que é o Real Madrid. Eu não esperava jogar. Cheguei na madrugada da sexta-feira [dia do primeiro jogo], peguei as jogadas na manhã do treino e tive a chance de ir para o jogo e participar de uma maneira significativa. Fiquei muito feliz, agregou muito para a minha vida”, afirma.

No segundo jogo do Mundial, o Real Madrid iniciou fazendo 12 a 0, mas, para Deodato, isso não foi determinante para o vice-campeonato.

“Houve uma estatística que, os jogos em que o Real Madrid abriu 10 pontos, perdeu apenas um nos últimos anos. E tivemos a façanha de sofrer mais e conseguimos reverter no primeiro jogo e isso tem que ser aplaudido, porque são duas estruturas que não têm comparação. No segundo jogo, sofremos 12 pontos e conseguimos recuperar, mas faltou Bauru conseguir impor mais o ritmo de defesa, assim como o momento de superação do primeiro jogo. Mas Bauru jogou de igual para igual e tem que estar orgulhoso disso e talvez, se algumas coisas, que não é da minha competência falar, tivessem sido diferentes, Bauru poderia ter se consagrado campeão”, analisa.

PAULISTA

De volta ao Rio Claro Basquete, o jogador já treina com a equipe desde segunda-feira (28) para a semifinal do Paulista, que será contra o São José, que fez 3 a 0 no confronto das quartas de final contra o América com os placares 89 a 85 e 77 a 72 (em casa) e 71 a 66 (fora).

“Temos que fazer uma semana boa de treinamento. Nosso foco está todo voltado para o confronto contra o São José. Temos chance de fazer história, mas de qualquer maneira nosso trabalho tem que ser muito valorizado pelo que fizemos até aqui, inclusive pelo pouco tempo de trabalho. Ninguém está satisfeito, todos são vencedores e querem muito mais e vamos para cima do São José, seja qual dia for”, diz.

O confronto ainda não está definido pela Federação Paulista de Basketball (FPB), mas o primeiro jogo deve acontecer no próximo sábado (3), no Felipão, já que há o contrato com a Rede TV! para as transmissões e nenhum jogo está agendado para este dia, já que o Paulistano também superou o Basquete Osasco por 3 a 0 (74 a 58, 88 a 80 [ambos fora] e 67 a 59) e aguarda a definição do vencedor entre Mogi das Cruzes/Helbor e Bauru. O time de Mogi está com 2 a 0 na série depois de vencer em casa por 89 a 84 e 80 a 79. O terceiro jogo dessa série seria no sábado, mas Bauru viaja para os Estados Unidos para realizar amistosos contra o New York Knicks, no dia 7 e contra o Washington Wizards, no dia 11.

“Estamos prevendo o primeiro jogo no sábado [3] e vamos pedir um dia de descanso, fazendo o segundo jogo, também em casa, na segunda-feira. Nesta terça-feira deve ter a definição das datas, mas não acredito que já seja na quarta e quinta-feira dessa semana”, diz o técnico Marcelo Tamião.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: