Guardas civis de Rio Claro irão realizar fiscalização ambiental

315

A Prefeitura de Rio Claro, por meio da Secretaria de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário e Secretaria de Meio Ambiente, está realizando treinamento e capacitação para 24 guardas civis municipais que irão atuar na fiscalização ambiental no município. Membros da Guarda Civil Municipal de Cordeirópolis também participam do treinamento.

A medida faz parte da legislação municipal que prevê a participação dos membros da guarda Civil Municipal na fiscalização ambiental. A abertura do evento ocorreu na manhã de terça-feira (17) na sede da Guarda Civil Municipal com as palestras das entidades World Animal Protection (WAP) – Brasil e Mata Ciliar. Polícia Militar Ambiental e as entidades Mata Ciliar, World Animal Protection (WAP) e Unesp, são os responsáveis por ministrarem as palestras e as aulas teóricas e práticas. “Esta é uma medida que adotamos para proteger o meio ambiente e garantir para a população uma cidade cada vez melhor para se viver. Serão mais fiscais nas ruas, atuando em conjunto com a própria população que poderá auxiliar denunciando irregularidades que encontrarem”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ressaltando que ao lado do vereador Júlio Lopes foi o idealizador do projeto para criar a Guarda Ambiental.

O propósito da capacitação é a formação continuada dos guardas civis municipais como agentes de fiscalização de meio ambiente, que atuarão na fiscalização preventiva de crimes relacionados à fauna, flora, descarte de resíduos sólidos, maus-tratos a animais e outros crimes ambientais.

“O intuito é capacitar e aperfeiçoar os conhecimentos dos profissionais que atuam direta ou indiretamente nas ações de fiscalização ambiental dentro do perímetro urbano e rural de Rio Claro”, explica Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário municipal de Segurança.

“Os guardas municipais terão no treinamento o conhecimento das leis ambientais para que possam executá-las quando estiverem prontos”, disse Wagner Araújo, diretor da Defesa Civil, falando que o objetivo é que até o mês de setembro os guardas municipais estejam nas ruas para fazerem as autuações.

Também participaram da aula inaugural o comandante da Guarda Civil Municipal, Luis Fernando de Godoy, o diretor de segurança Luis Irikura, o diretor de Meio Ambiente Marcos Gaspar e o capitão Marcos da Polícia Militar Ambiental.

DEIXE UMA RESPOSTA