Guarda Municipal prende suspeito da morte de andarilho

73

Carine Corrêa

Guarda-Civil-Municipal-comemoração-de-14-anos
O corpo parcialmente carbonizado foi encontrado em uma residência situada na área central de Rio Claro, no dia 22

Na manhã dessa sexta-feira, dia 28 de novembro, a Guarda Civil de Rio Claro encaminhou à delegacia um homem suspeito de participação de homicídio praticado no dia 22 de outubro -episódio em que foi localizado um corpo carbonizado na Rua 1, entre avenidas 1 e 2. O indivíduo M.A.B.R, de 33 anos, foi avistado às 10h30 na região do Lago Azul. “Consta que M.A.B.R., acompanhado de dois outros indivíduos que ainda estão foragidos, agrediram e atearam fogo a um andarilho, o qual não resistiu e veio a óbito”, diz a resenha encaminhada à imprensa pela Guarda Municipal. O homem foi encaminhado para a delegacia situada no complexo policial na Avenida Saudade, onde o delegado de plantão elaborou ocorrência de Condenado Capturado.

Carbonizado

O corpo parcialmente carbonizado foi encontrado em uma residência situada na área central de Rio Claro, no dia 22. A casa que abrigava quatro andarilhos fica ao lado dos Correios. Após o crime, o imóvel foi desocupado. Na época do assassinato, a reportagem conversou com os andarilhos que se abrigavam na residência, que afirmaram que tinham autorização do governo municipal para habitar a casa. O governo municipal anunciou que o imóvel está passando por melhorias, que incluem limpeza e pintura, para ser utilizado pela União das Escolas de Samba da Cidade Azul (Uesca).

Qual sua opinião? Deixe um comentário: