GREVE: servidores param a partir de terça-feira

33

Ednéia Silva

Os servidores da Secretaria Municipal de Obras e Serviços decidiram aderir à greve em andamento iniciada no dia 23 de setembro pelos funcionários da Saúde e Segurança. O motivo é o mesmo: falta de pagamento das horas extras. A decisão foi tomada pelos trabalhadores em assembleias realizadas na terça e quarta-feira.

A informação foi divulgada pelo presidente do Sindicato dos Servidores, Tu Reginato. De acordo com ele, a entidade já comunicou o prefeito, a Polícia Militar e o Ministério do Trabalho, conforme determina a lei. O edital anunciando a paralisação será publicado nesta quinta-feira (23). A partir dessa data, deve-se respeitar 72 horas antes de iniciar a greve.

Reginato explica que o fim do prazo coincidirá com o fim de semana e o ponto facultativo do Dia do Servidor Público na segunda-feira (27). Com isso, o início da greve foi marcado para terça-feira (28). A Secretaria de Obras inclui a Facua, Quadrado, transporte, abastecimento de veículos, tapa-buracos, entre outros serviços.

A greve parcial do funcionalismo começou no dia 23 de setembro. Uma audiência de conciliação foi realizada, mas não houve acordo. Com isso, o Tribunal de Justiça encaminhou o dissídio para julgamento.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: