Galo Azul e São Bernardo fazem jogo do desespero

91

Matheus Pezzotti

O Rio Claro F.C. marcou seis gols até o momento, mas nenhum foi feito pelos atacantes
O Rio Claro F.C. marcou seis gols até o momento, mas nenhum foi feito pelos atacantes

Rio Claro F.C. e São Bernardo disputam, neste domingo (15), às 18h30, no estádio 1º de Maio, o ‘jogo de seis’ pontos, pela 10ª rodada do Paulistão.

Adversários diretos na briga contra o rebaixamento, a vitória é tratada por ambos como essencial para seguir com chances de permanecer na elite. O Galo Azul e o Bernô possuem a mesma campanha (2 vitórias, 2 empates e 5 derrotas), somando 8 pontos e estão separados na tabela pelo saldo de gols (-4 a -6), pelos dois gols a mais (chegando a seis) que o Azulão marcou neste estadual. Os times, também, vivem outro incômodo: o Rio Claro F.C. não vence há seis jogos e o time do ABCD Paulista, há cinco.

O jogo marca a estreia de Estavam Soares no comando do Galo Azul e a escalação é uma incógnita, tendo apenas como desfalque o atacante André Luiz, que segue tratando de uma lesão na coxa, já que o zagueiro Luiz Eduardo e o volante Matheus Galdezani cumpriram suspensão na derrota por 1 a 0 para o Red Bull, em casa, e estão à disposição do novo treinador.

“Estamos começando um trabalho e o torcedor pode ter certeza de que vamos trabalhar 24 horas em prol do clube, porque o campeonato chegou num momento em que não pode mais falhar e não há jogo fácil. A prioridade é o trabalho, o dia a dia, treinamento e autoconfiança do grupo e a definição do time. Pelo que eu vi, por meio de informações, tem uma oscilação muito grande, sem manter uma equipe padrão para jogar. Esse campeonato é terrível. Em duas partidas o time saiu do purgatório ao inferno. A partir de agora, é jogo a jogo. Vamos nos dar como satisfeitos quando a primeira fase terminar, seja com classificação, série D ou manter o clube na primeira divisão. Tem que ter entrega. Não tem mais brincadeira nesse resto de campeonato que não dá sequer para piscar, quanto mais dormir”, afirma.

Já o São Bernardo aposta no entrosamento para voltar a vencer e a tendência é que o técnico Edson Boaro repita o mesmo time que perdeu para o Corinthians por 1 a 0. A única dúvida é o meia argentino Cañete, que pode voltar ao time titular.

“O que nos faltou em alguns jogos foi entrar mais na área do adversário e fazer mais jogadas de linha de fundo. Independente de ser um meia, um atacante ou um segundo volante, nós temos que insistir nisso. Ter uma postura mais confiante e invadir a área do adversário”, comenta Boaro.

Ciente do mau momento do time, o goleiro e capitão Daniel falou sobre o confronto. “Nosso campeonato não é contra os grandes. Agora voltaremos para nossa realidade, vamos enfrentar o Rio Claro com o olho na série D, mas principalmente buscando a vitória para nos afastarmos dos últimos lugares. Não vencemos o São Bento por um capricho do futebol. Contra o Corinthians, o resultado mais justo seria o empate. Queremos impor a mesma intensidade para conseguirmos a vitória, mesmo sabendo que não será um jogo fácil”, afirma.

A partida terá transmissão da rádio Excelsior Jovem Pan AM1.410.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: