Foz do Brasil conclui obra na Avenida 32 em 15 dias

77

Ednéia Silva

Desvio feito pela Foz para realização das obras de implantação da rede coletora de esgoto na Avenida Visconde
Desvio feito pela Foz para realização das obras de implantação da rede coletora de esgoto na Avenida Visconde

As obras de despoluição do Córrego da Servidão avançam em duas frentes de trabalho em Rio Claro: na Avenida 32 e na Avenida Visconde do Rio Claro. Na Avenida 32 a expectativa é de concluir em 15 dias o primeiro trecho da obra. Enquanto isso na Visconde mais uma etapa foi concluída na Avenida 12 e nova interdição feita na Avenida 18 para prosseguimento da implantação da rede coletora de esgoto.

As informações foram divulgadas pelo engenheiro Gabriel Soares, da empresa Foz do Brasil, responsável pelas obras. De acordo com ele, concluído esse trecho da Avenida 32, a obra será realizada na outra pista da via promovendo a interligação com a Avenida Brasil.

Na Avenida Visconde do Rio Claro a Foz terminou o serviço no trecho entre a Avenida 12 e a Avenida 14. Soares conta que as obras foram complicadas no local por causa do lençol freático, que dificultou a escavação. Foi preciso utilizar bombas para escoar a água e escavar o terreno.

Mesmo com as dificuldades as obras avançam e estão dentro do cronograma. O engenheiro informa que já foram implantados mais de 17 quilômetros de rede coletora de um total de 21,5 quilômetros. A previsão é de que as obras sejam concluídas em sua totalidade até dezembro deste ano.

O bom andamento das obras em parte se deve à estiagem. Como a chuva esperada não ocorreu, o serviço pôde ser acelerado, principalmente nos três primeiros meses do ano considerados o período mais crítico em termos de chuva.

Soares foi questionado sobre as reclamações dos moradores das imediações dos canteiros de obras, principalmente sobre as interdições de trânsito. Ele esclarece que as interrupções são necessárias para realização do serviço. A empresa procura fechar trechos de 200 a 300 metros, de um lado só da via, para possibilitar os desvios e reduzir os transtornos para a população.

Além disso, a empresa procurar informar e orientar os comerciantes e moradores da região sobre o projeto, a execução do serviço e os benefícios futuros. O engenheiro comenta que antes do início das obras foi feito um projeto de sinalização que foi validado pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Sistema Viário. Além disso, sempre que uma nova interdição é feita, a empresa informa a secretaria e a Guarda Civil Municipal, solicitando apoio no trânsito caso seja necessário.

Além das obras na Avenida 32 e na Visconde, a Foz também tem em andamento a construção da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) do Jardim Novo. No momento está sendo finalizado o serviço de terraplenagem. Com a estação concluída, Rio Claro irá atingir 100% de tratamento de esgoto com índice de 98% a 99% de eficiência.

DEIXE UMA RESPOSTA