Fórum mensal de Economia Solidária discute plano municipal

74

Divulgação

A reunião também teve como objetivo a formulação e apresentação do plano diretivo
A reunião também teve como objetivo a formulação e apresentação do plano diretivo

Na última sexta-feira (31), conselheiros, gestores e colaboradores do Programa de Economia Solidária da Secretaria Municipal de Ação Social de Rio Claro reuniram-se no Centro Comunitário Beija-Flor para discutir os rumos do programa, durante o fórum mensal de Economia Solidária. O evento contou com os beneficiados do programa, que mostraram suas propostas para a continuidade do planejamento elaborado nas reuniões anteriores.

A reunião também teve como objetivo a formulação e apresentação do plano diretivo, com o intuito de orientar todas as atividades econômicas solidárias do município.

A diretora de Desenvolvimento Social, Marta Ceccato, explica a metodologia utilizada para a implantação do plano: “Estamos vendo passo a passo o que é preciso aprimorar, e quem deve realizar determinada tarefa. Vamos apresentar para que todos participem e dêem sugestões.”

Auro Aparecido Mendes, professor doutor do Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE) da Unesp, Câmpus de Rio Claro, e presidente do Conselho Municipal de Economia Solidária, detalha o plano municipal: “Esse plano vem dar diretrizes para todas as atividades que envolvem a economia solidária em Rio Claro. Nós estamos trabalhando na construção desse plano com base em subsídios da primeira Conferência Municipal e agora estamos norteando o que queremos para a Economia Solidária”.

A artesã Marlene Barbuio trabalha com a Economia Solidária e revela: “Meu objetivo é ver a Economia Solidária crescer e gerar renda para muita gente.” Lucimara de Fátima da Silva, também artesã, completa: “A gente luta por projetos melhores para Rio Claro. Ao participar dos fóruns, aprendemos mais e buscamos melhorias.”

Qual sua opinião? Deixe um comentário: