Fogo em terreno baldio prejudica as aulas na escola do Guanabara

65

Sidney Navas

Os alunos teriam sido dispensados e isso já teria acontecido duas vezes num prazo de 10 dias
Os alunos teriam sido dispensados e isso já teria acontecido duas vezes num prazo de 10 dias

No começo da tarde de ontem (6), o Corpo de Bombeiros foi chamado para controlar o incêndio em um terreno baldio localizado ao lado da Escola Estadual Professor João Baptista Negrão Filho, na divisa entre os bairros Jardim Guanabara e Brasília. De acordo com a vizinhança, por conta da fumaça, que invadiu as salas de aula, os alunos teriam sido dispensados e isso já teria acontecido duas vezes num prazo de 10 dias.

O soldado do Corpo de Bombeiros, Fábio Ricardo Thomazini, explica que em média a corporação atende de 8 a 10 chamados por dia para apagar o fogo em terrenos baldios. Além dessa ocorrência, outros focos de incêndio tiveram que ser controlados. Um deles perto da SP-127 na região do Jardim Novo, e o segundo no Jardim Paulista. Atear fogo em mato e/ou terrenos é crime, que prevê multa e prisão.

Esta é uma reprodução da notícia publicada na edição impressa do Jornal Cidade

DEIXE UMA RESPOSTA