Falta de chuvas afeta lavouras e aumenta o preço

114

Da Redação

Produção de laranja e vários tipos de cultura foram afetados pelo baixo volume de chuva registrado este ano em diversas regiões do País (foto Agência Brasil)
Produção de laranja e vários tipos de cultura foram afetados pelo baixo volume de chuva registrado este ano em diversas regiões do País (foto Agência Brasil)

A falta de chuvas no primeiro semestre de 2014 prejudicou a produção de alimentos na região. Várias culturas foram prejudicadas pelo longo período de estiagem, o que afeta a qualidade dos produtos e os preços dos mesmos no mercado.

De acordo com o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) da USP (Universidade de São Paulo), o preço dos alimentos subiu 79,7% no primeiro semestre em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o centro, as culturas mais afetadas foram cana-de-açúcar, café, arroz, frutas e a criação de gado.

Banana e laranja também foram muito atingidas. O preço da banana acumula alta de 79% no ano e a laranja 79,7% na comparação com 2013. Segundo o Cepea, o preço da caixa de laranja vendida pelos produtores saltou de R$ 9,59 em 2013 para R$ 17,23 em 2014. Já a arroba do boi subiu 22,7% no mesmo período.

O engenheiro agrônomo Enéas Fergusson, diretor da Casa da Agricultura de Rio Claro, afirma que a seca prejudicou várias culturas, principalmente a cana-de-açúcar. Ele diz que em janeiro choveu 50% menos que o esperado para o período.

A criação de gado também foi afetada pela estiagem. Segundo Fergusson, com a seca, os pastos não conseguem se recompor e os produtores não têm reserva de pastagem para a engorda. Para o Cepea, isso restringe o número de animais disponíveis para o abate, o que eleva o preço da carne para o consumidor final.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: