Exposição de Orquídeas reunirá cerca de 3 mil plantas em Rio Claro

604

Integrante das atividades em comemoração ao aniversário de Rio Claro, que completa 191 anos no dia 24 de junho, a tradicional Exposição de Orquídeas será realizada nos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho. Em sua 74ª edição, a atividade reunirá entre 2.700 e 3.000 plantas floridas. A abertura do evento será no dia 29 de junho (sexta), às 19h30. A visitação prossegue no dia 30 (sábado), das 8h às 22 horas, e 1º de julho (domingo), das 8h às 17 horas, no Claretiano Colégio que fica na Avenida Santo Antonio Maria Claret, 1.724, Cidade Claret.

“A exposição é muito importante porque movimenta o turismo e a economia do município e também oferece uma opção de lazer para a população”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

E para abrilhantar ainda mais o evento, este ano o público poderá conferir o 1º Encontro de Colecionadores de Micro-orquídeas, que acontece durante a exposição. As visitas poderão ser feitas no sábado (30) e domingo (1º).  A entrada é gratuita.

“A Exposição de Orquídeas é uma tradição de longa data e que movimenta a cidade com a vinda de turistas de diferentes localidades. É uma atração que encanta a todos, principalmente os apreciadores desta planta”, observa o secretário de Esportes e Turismo de Rio Claro, Ronald Penteado.

A estimativa é que aproximadamente 70 cidades participem da exposição, que contará com cerca de 300 expositores. Conforme Luiz Carlos Neves, presidente do Círculo Rio-clarense de Orquidófilos (CRO), são esperadas excursões vindas do Paraná, Minas Gerais, Goiás, Espírito Santo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “E ainda aguardamos alguns visitantes da Argentina e do Paraguai e um grupo de italianos que estará no Brasil”, destaca Neves.

Este ano a 74ª Exposição Nacional de Orquídeas terá também um cunho social, pois contará com ponto para arrecadação de alimentos. O presidente do CRO explica que o público que for prestigiar a atividade poderá colaborar com a doação de um quilo de alimento não perecível. Os mantimentos serão revertidos ao Fundo Social de Solidariedade do município.

DEIXE UMA RESPOSTA