Estado aprova área para o futuro batalhão da PM em Rio Claro

844

Mais um passo foi dado no processo de construção do novo prédio para o Batalhão da Polícia Militar de Rio Claro. A área oferecida pela prefeitura para realizar a obra foi aprovada pelo governo estadual, através do Ciap (Centro Integrado de Apoio Patrimonial) da Polícia Militar. A informação foi transmitida ao prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, pelo comandante do batalhão, tenente-coronel Luís Roberto Moreira Filho, em reunião no paço nesta quarta-feira (10).

O terreno de 5.300 metros quadrados fica atrás do McDonald’s no Jardim Claret, próximo à Praça Dalva de Oliveira. Agora, o próximo passo é formalizar a doação da área para a fazenda pública estadual, procedimento que deve ser feito através de lei municipal. “Vamos elaborar projeto de lei e encaminhar para análise e votação dos vereadores”, informa Juninho da Padaria, ressaltando que a transferência do batalhão é uma reivindicação antiga da comunidade. “Hoje o batalhão é inacessível para a população e na nova área terá muito mais acessibilidade, além de facilitar o deslocamento dos policiais no atendimento a ocorrências”, afirma o prefeito, lembrando que a transferência do batalhão da PM foi uma de suas lutas em três mandatos como vereador.

A Polícia Militar já tem projeto pronto para construção do prédio. “Temos pressa na realização da obra e vamos trabalhar em busca de recursos para viabilizá-la”, declara Moreira, que participou da reunião acompanhado do tenente Diegues. “Essa sede é um grande anseio da corporação”, frisa.

O coronel Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário municipal de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário, lembra que há projeto para construção de uma estrada marginal que passará pelo prédio que hoje abriga o batalhão no quilômetro 172 da rodovia Washington Luís, o que reforça a necessidade da nova sede. Além disso, o imóvel não pertence à PM e o proprietário pode reivindicar o prédio para uso próprio. Também participou da reunião no paço o secretário municipal dos Negócios Jurídicos, Rodrigo Ragghiante.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: