Em Araras, projeto visa educar população para minimizar morte de aves em colisões durante voo

172
Ramon Rossi

Um veterinário de Araras, especializado em animais silvestres, decidiu, além de fazer a sua parte colaborando com o meio ambiente, também informar a população. É que por ano, estima-se que um bilhão de pássaros são mortos devido a colisões com algum tipo de barreira de janelas e vidros globalmente. No Brasil, apesar de não haver estatísticas, organizações não governamentais sugerem atenção.

Em abril deste ano, Roberto Vercelino, criou o projeto “Vida Livre” – que conscientiza o cidadão por meio de panfletos educativos e adesivos a serem colocados nas superfícies em que normalmente os pássaros se chocam. De lá para cá, a medida vem dando resultado e tomando uma proporção que nem ele esperava nas redes sociais.

O projeto inicial foi feito em parceria com a UFPR (Universidade Federal do Paraná) e uma rede de farmácias veterinárias, mas o ararense acabou dando o seu ‘toque’, na criação dos próprios adesivos, que são distribuídos em Araras, Leme e Cordeirópolis.

 “Comecei a imprimir os adesivos em formato de aves e outros animais como calopsitas, periquitos, canários e pardais, todos voando. Depois imprimi imagens de papagaios, pombas, gaviões, patos, bem-te-vis, etc. Para os amantes de outras espécies, também fiz coelhos, iguanas ou jabutis. Todos em tamanho natural”, comentou ele.

Atualmente, o veterinário distribui gratuitamente alguns adesivos. Há também os maiores, com um valor simbólico. No CRAS Pró-Arara (Centro de Reabilitação de Aves Silvestres), da Prefeitura de Araras, há uma coleção desses exemplares. Quem quiser adquirir as imagens, é só procurar o veterinário nas redes sociais ou ir até o consultório que fica na Rua Antônio Frederico Ozanan, 83, no Jardim Cândida. 

Qual sua opinião? Deixe um comentário: