Eleições: partidos definem seus candidatos a prefeito de Rio Claro

213

Antonio Archangelo

Com o prazo final para a realização das convenções partidárias, os partidos políticos representados em Rio Claro definiram os nomes dos candidatos que disputarão o posto de chefe do Executivo para mandato que se iniciará em 2017. Dos 25 partidos constituídos na cidade, seis lançarão candidatos a prefeito: PMDB, DEM, PRB, Solidariedade, PSOL e PV. Outros seis indicaram nomes a vice-prefeito: PDT, PTB, PR, Solidariedade, PSOL e o PV.

No grupo governista, denominado Frente Progressista, o projeto é claro: eleger o sucessor do prefeito Palmínio Altimari Filho (PMDB) e da vice-prefeita Olga Salomão (PT). Para isso, o grupo de partidos compostos por PMDB, PT, PMB, PSD, PSC, PCdoB, PPS e PDT confirmou a chapa com o ex-secretário de Negócios Jurídicos Gustavo Ramos Perissinotto, do PMDB, e do sindicalista Djalma de Paula, do PDT.

O ex-secretário de Negócios Jurídicos, Gustavo Ramos Perissinotto
O ex-secretário de Negócios Jurídicos, Gustavo Ramos Perissinotto

Na oposição ao atual grupo que governa a cidade, o Democratas conseguiu, pela primeira vez, aglutinar forças para lançar uma chapa ao Executivo. Ao contrário de 2012, quando o partido contou com apoio “forçado” de algumas siglas, este ano o bloco uniu o DEM, PEN, PP, PHS, PROS, PSB, PTdoB, PTC, PSDB, PSL, PTN e PTB. A chapa que tentar interromper o ciclo de governo da Frente Progressista ratificou o nome do vereador Juninho da Padaria, do Democratas, como candidato a prefeito; e como vice o escolhido foi o coronel da reserva da Polícia Militar, Marco Antonio Bellagamba, do PTB.

O vereador Juninho da Padaria, do Democratas, é candidato a prefeito
O vereador Juninho da Padaria, do Democratas, é candidato a prefeito

Além destes dois grupos, um terceiro emergiu nas convenções deste ano. Arquitetado pelo ex-diretor do PROCON, na administração Altimari, o advogado Sérgio Santoro. Que sem espaço eleitoral no PMDB, deixou a sigla após três décadas e se filiou ao PRB para se alçar candidato a prefeito. O nome de Santoro foi confirmado em convenção que também anunciou a coligação com o PR, outro partido que fazia parte do governo Altimari, indicando a vice-prefeita da chapa, a professora Rosemeire Archangelo (PR).

Ex-diretor do PROCON, na administração Altimari, o advogado Sérgio Santoro
Ex-diretor do PROCON, na administração Altimari, o advogado Sérgio Santoro

Para se consolidar como uma terceira via, longe de filiados e ex-filiados de partidos que disputam o Poder político da cidade, o eleitor ainda terá outras três chapas. A primeira é composta pelo veterano Mário Zaia, que após perder o PSB fundou na cidade o Solidariedade. Vencido por Altimari em 2012, Zaia confirmou candidatura ao Executivo na chapa que terá como vice Orípes do Cervezão, também do Solidariedade.

O veterano Mário Zaia, do Solidariedade
O veterano Mário Zaia, do Solidariedade

O PSOL é outro a lançar chapa sem coligação, com os nomes do professor Airton Moreira Júnior como candidato a prefeito e Cilene Pereira, como vice.

O professor Airton Moreira Júnior
O professor Airton Moreira Júnior

O Partido Verde (PV) confirmou chapa pura ao ratificar o nome do advogado e ex-assessor parlamentar do vereador Calixto, Alcir Russo Júnior. Como vice, o partido aposta no médico Egberto do Carmo, figura conhecida na região central de Rio Claro. Agora, competirá aos eleitores avaliar qual chapa será a melhor para o município.

Alcir Russo Júnior, do Partido Verde
Alcir Russo Júnior, do Partido Verde

DEIXE UMA RESPOSTA