Discussão acerca de vagas para táxis é retomada em Rio Claro

367

Uma velha disputa por espaço nas ruas de Rio Claro segue sendo tema de discussão entre muitos moradores da cidade. As vagas de estacionamento específicas para táxis, em especial na região central do município, são alvo de discordâncias entre parte da população, os taxistas e o poder público.

Segundo alguns moradores, as vagas para táxi são muitas e impedem muitos motoristas comuns de estacionarem.

“Engraçado é que sempre estou pelo Centro, principalmente no Jardim Público. A gente roda várias vezes por ali e não acha um lugar para estacionar. Enquanto isso, várias vagas de táxi ficam vazias o dia todo. O problema é que, se a gente parar lá, ainda acabamos tomando multa”, reclama um leitor, que não quis se identificar.

Segundo leitores, alguns outros pontos, fora da região central, também apresentam o mesmo problema. Pontos de táxi em praças no Santana e na Vila Aparecida também foram alvos de reclamações recentes.

“Eu passo por esse problema perto da minha casa e também quando vou para o Centro. O que eles têm que entender é que ninguém quer impedir os taxistas de trabalharem, mas o resto da população também deve ter o direito de usar as vagas nas ruas”, comenta uma leitora que mora no Santana.

O presidente do Sintrarc (Sindicato dos Transportes Autônomos Rodoviários de Pessoas, de Bens e Cargas de Rio Claro), Gilvon Barbosa, foi procurado pelo JC e defendeu as vagas para taxistas: “Os motoristas de táxi pagam um imposto específico para ter essas vagas, que são essenciais para o trabalho. Eu até entendo as reclamações, mas o táxi trabalha rodando e não parado o dia todo nas vagas. O problema não é o número de vagas de táxi, o problema é que Rio Claro tem mais de 180 mil veículos e cerca de 950 vagas de estacionamento no Centro”.

A Prefeitura Municipal comentou a situação das vagas para taxistas: “Estacionar de forma irregular em vagas específicas de estacionamento é infração de trânsito conforme determina o Código de Trânsito Brasileiro. Rio Claro hoje tem 124 taxistas autorizados para esse serviço e o mesmo número de vagas de estacionamento para táxis. Vale informar que os taxistas pagam taxa de licença de uso do solo referente à vaga que utilizam no desempenho de suas atividades”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: