De casa nova, Paulo Roberto tem desafio pela Série B

659

O Sampaio Corrêa, que disputa a segunda divisão do Campeonato Brasileiro de futebol, tem um novo técnico para a sequência da competição. O experiente conhecido do futebol rio-clarense, Paulo Roberto Santos, de 58 anos, assume a equipe do Maranhão com a difícil missão de tirar o time da zona de rebaixamento para a Série C do Brasileirão.

A Bolívia Querida, como o clube é carinhosamente chamado por seus torcedores, demitiu o treinador Roberto Fonseca na manhã da última quinta, 26. No mesmo dia, Paulo Roberto foi anunciado como o técnico do Tricolor para o restante da temporada.

“É um desafio, mas não podemos escolher o momento de assumir uma equipe. É comum assumirmos equipes que passam por alguma turbulência”, comenta o treinador recém-contratado pelo Tricolor Maranhense. A equipe atualmente ocupa a 19ª colocação da Série B, à frente apenas do Boa Esporte, adversário do Sampaio Corrêa amanhã, pela 18ª rodada da competição. Paulo Roberto ainda não comandará o time nesta partida, assistirá ao jogo de dentro do estádio em Varginha e começará o trabalho, de fato, na segunda, 30. Na tarde de ontem, 26, Paulo Roberto se encontrou com a delegação do Sampaio Corrêa em Sorocaba, onde teve o primeiro contato com seus novos comandados.

O técnico acredita que, para conseguir atingir os objetivos, será necessária uma tomada de atitudes rápidas: “Tentar o mais rápido possível virar o jogo, trabalhar com muita seriedade e dedicação. A partir do momento em que há um comprometimento e uma execução de uma forma correta pelos atletas, os resultados dentro de campo acontecem”.

Em um primeiro momento, Paulo Roberto acredita que manter o time na divisão atual já seria uma conquista: “Espero conseguir mais uma vez o objetivo. Mudar o panorama e manter a equipe na série B”.

Paulo Roberto retorna ao Maranhão após passagem pelo estado como jogador do Moto Clube, principal rival do Tricolor: “Retorno à cidade onde tive o prazer de atuar aqui como jogador profissional e agora retorno como treinador do maior rival da equipe onde atuei”. Esta será a primeira vez que Paulo Roberto treinará uma equipe maranhense.

Antes de assumir o Sampaio, o treinador vinha de um trabalho longo no comando do São Bento, clube do qual saiu há cerca de um mês após “um desentendimento com o presidente do clube”. No São Bento ele conseguiu levar o time da Série D em 2016 até a disputa da Série B em 2018, na qual o clube ainda tem perspectiva de acesso para a primeira divisão.

Rio Claro Futebol Clube

No Rio Claro FC, o treinador tem um histórico de acessos nos campeonatos paulistas. Em 2001, ele pegou o Galo Azul na extinta Série B2 do Paulistão e o levou até a elite estadual. Tudo em sequência. O acesso para a Série A1 foi obtido em 2006. Em 2013, na sua última passagem pelo clube, ele voltou ao Rio Claro e conquistou mais um acesso na Série A2.

DEIXE UMA RESPOSTA