“De cabeça erguida”, diz Djair sobre exoneração na Saúde

666

A reportagem do Jornal Cidade de Rio Claro entrevistou o advogado Djair Cláudio Francisco sobre a sua saída da presidência da Fundação Municipal de Saúde. Após destacar que foi uma decisão unilateral do prefeito João Teixeira Junior (DEM), fez uma avaliação positiva da sua gestão à frente da autarquia. Advogado, Djair ainda declarou ao JC que pretende retomar a sua carreira jurídica habitual.

“Embora esteja sendo exonerado, minha gestão foi muito séria e responsável, sobretudo com o dinheiro público e gestão da Fundação. Peguei uma secretaria esfacelada e conseguimos entregar as unidades de saúde que estavam com as obras paralisadas. Há outras unidades em reforma. As carretas foram implantadas na nossa gestão. Herdamos uma demanda reprimida enorme e encaminhamos para atendimento. O Pronto-Atendimento Infantil, já em obras, é uma nossa idealização, assim como a colaboração com o curso de Medicina e o desenvolvimento do futuro Hospital-Dia. Foi uma gestão coesa com as condições que tive. Tivemos problemas, mas muito mais coisas boas, muitos avanços, saio de cabeça erguida. Torço para que o governo encontre seu caminho, sou rio-clarense e quero o melhor para a cidade”, finaliza.

Substituição

O médico José Badra Neto, que respondia pela diretoria clínica da Fundação de Saúde de Rio Claro, assume o cargo interinamente em substituição ao advogado Djair Cláudio Francisco. A mudança foi anunciada pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que destacou que, a partir de agora, a saúde de Rio Claro entra num novo momento. “A nova gestão vem para colocar a saúde pública da cidade num novo patamar, em benefício das milhares de pessoas que utilizam os serviços”, afirmou.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: