Cinco bairros de Rio Claro concentravam 213 ‘gatos’ na energia

4222

O furto de energia elétrica em Rio Claro em 2018 somou 2,6 milhões de kWh (quilowatt hora), informou a concessionária Elektro nessa segunda-feira (28). Os ‘gatos’ foram registrados no município em 213 casos diferentes, entre comércios, empresas e residências do município. Bairros como Centro, Novo Jardim Wenzel, São Paulo, Parque Mãe Preta e Vila Martins fazem parte das situações irregulares registradas.

Furtos

De acordo com a empresa, operações conjuntas foram realizadas entre a Elektro e a Polícia Civil. O total de energia recuperado, segundo estimativa, é suficiente para abastecer uma cidade como Itirapina, na região de Rio Claro, com 17 mil habitantes, por 23 dias. O número de ‘gatos’ descobertos no município é duas vezes maior do que em Limeira, por exemplo. Na cidade vizinha foram 97 casos no ano passado, em quatro bairros diferentes da localidade.

Valores

À reportagem do JC, a distribuidora afirma que ainda não há um valor financeiro calculado sobre as perdas no período. No entanto, ressalta que todos os processos passam por um rigoroso levantamento de dados para que seja efetuada cobrança retroativa dos valores devidos.

“Além disso, é cobrada multa administrativa e, nos casos mais graves, os clientes podem até ser indiciados criminalmente. As perdas contribuem para tornar a conta de luz mais cara para todos os consumidores. O valor da energia furtada e os custos para identificar e coibir as irregularidades são levados em consideração pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para estabelecer o quanto a energia custa para cada área de concessão”, comunica.

Levando em consideração o último reajuste tarifário promovido pela Aneel, um consumidor residencial convencional que consome 100 kWh/mês, por exemplo, deve pagar um valor mensal de cerca de R$ 72,53 pelo fornecimento de energia.

Denúncias

Para reduzir os riscos e o furto de energia, a Elektro mantém um programa constante de inspeções. A empresa tem canais de denúncia para casos de fraudes e furtos, por meio dos quais é possível passar as informações anonimamente, como o 0800 701 0102 ou pelo site: www.elektro.com.br.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: