CEU de Rio Claro está entre os seis melhores do País

966

O Centro de Esportes e Artes Unificado (CEU) Mãe Preta, em Rio Claro, está entre os seis melhores do País. A constatação foi feita com base em avaliação realizada no ano passado, por meio de questionário aplicado anualmente pelo Ministério da Cultura. O levantamento apontou melhora no atendimento da unidade em relação às avaliações anteriores realizadas em 2016 e 2015. “Estamos trabalhando para oferecer um serviço de qualidade à comunidade e essa conquista é fruto desse trabalho”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

De mais de 130 praças de CEU existentes no Brasil, seis se destacaram na avaliação e a unidade de Rio Claro faz parte desse seleto grupo. Essas seis praças de CEU vão agora participar de estudo sobre modelos de gestão realizado pelo Ministério da Cultura em parceria com a  Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

O CEU local foi o primeiro a receber a visita da consultora Hingridy Fassarella Caliari, que esteve em Rio Claro na semana passada para coletar informações sobre as atividades desenvolvidas na unidade. A visita ao CEU de Rio Claro foi motivada pelo aumento na oferta de atividade e no número de frequentadores no ano passado em relação aos anos anteriores.

“Estamos visitando essas praças para verificar as formas e processos de sustentabilidade e como elas estão funcionando”, explica Hingridy. “O CEU de Rio Claro foi inaugurado há quatro anos e queremos entender como se deu essa melhora no atendimento e quantidade de público”, acrescenta. A consultora observa que está na fase inicial da pesquisa que será concluída após a visita nas outras cinco praças de CEU que se destacaram nacionalmente.

A secretária municipal da Cultura, Daniela Ferraz, observa que o bom desempenho do CEU de Rio Claro é fruto dos investimentos feitos pela prefeitura para promover ações descentralizadas que atendam as pessoas em situação de vulnerabilidade social. “O CEU é um equipamento social ideal para atingir essa finalidade, já que atende 13 bairros da periferia. O governo enxergou a potencialidade do CEU e a importância de fortalecer o vínculo entre a população e o equipamento através da oferta de atividades”, afirma.

O coordenador do CEU, Luiz Fernando Stancati, conta que a consultora observou o funcionamento de rotina, conversou com servidores e usuários, solicitou informações sobre ações e investimentos realizados etc. “Os dados aqui colhidos como experiências positivas serão compartilhados com os demais CEUs”, informa Stancati.

As atividades oferecidas no CEU são resultado do trabalho conjunto desenvolvido pelas secretarias da Cultura, Esportes e Turismo e Desenvolvimento Social, através do Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

DEIXE UMA RESPOSTA