Botijão de gás custa em média R$ 52

394

Laura Tesseti

Desde sábado (5), o preço do botijão de gás de cozinha está mais caro em diversas cidades, mas Rio Claro ainda não sofre com o preço. A Petrobras reajustou os preços do GLP P-13 em 6,9%. O ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos.

Segundo a estatal, se o reajuste for integralmente repassado ao consumidor, a companhia estima que o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reajustado, em média, em 2,2%.

MESES ANTERIORES

No mês de julho, a empresa havia reduzido o preço do gás de cozinha residencial em 4,5%, após um aumento de 6,7% no mês de junho. De acordo com a Petrobras, após a adoção de uma nova política, o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) será revisado todos os meses.

RIO CLARO

A equipe de reportagem do JC realizou um levantamento em diversos depósitos que comercializam gás de cozinha no município e conseguiu chegar a um valor médio. Na Cidade Azul, o preço médio do botijão de gás é de R$ 52,00. O menor valor encontrado durante as pesquisas foi de R$ 46,00, já o maior foi de R$ 55,00, em diversos estabelecimentos.

Quem se preocupa com esse novo reajuste é a maior parte da população, que utiliza constantemente esse tipo de produto, como a dona de casa Ana Célia de Almeida. “Sabemos que todos os produtos passam por reajustes, isso é muito comum, ainda mais na situação atual do país, onde nada é constante, mas não tem como não nos preocuparmos, pois a cada dia que passa o preço do botijão sobe e não adianta, dependemos dele para fazer comida todos os dias, então acabamos comprando sempre”, comenta.

Ana Célia comenta que costuma sempre fazer pesquisas em diversos depósitos e que opta por aquele onde o valor é justo e o atendimento ao cliente é bom. “A maioria dos depósitos daqui da cidade entrega o gás em casa, eu acho isso muito cômodo”, finaliza.

Piracicaba

Na cidade de Piracicaba, o reajuste já tem chamado atenção. Em pesquisa divulgada pelo Jornal de Piracicaba, o maior preço encontrado foi de R$ 69.

 

1 COMENTÁRIO

Qual sua opinião? Deixe um comentário: