Bens do Daae são leiloados pela Prefeitura de Rio Claro

498

A Prefeitura de Rio Claro vai realizar um segundo leilão neste ano. Trata-se de bens móveis do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae), que acontece no dia 11 de julho, a partir das 11 horas. Novamente o leilão será de forma on-line, no site www.savoyleiloes.com.br. O edital com as normas foi publicado nessa sexta-feira (7) no Diário Oficial do Município.

De acordo com o texto, serão leiloados dois lotes de itens, sendo um apenas de sucatas de hidrômetros – com avaliação de R$ 8,00/tonelada – e outro com veículos, como motos Honda CG 125 avaliadas em R$ 300,00/R$ 100,00; caminhão Ford F 7000 avaliado em R$ 3 mil; trator Maxion 750 com lance mínimo de R$ 5 mil. Há também dois veículos da lendária montadora de veículos de Rio Claro, Gurgel, que encerrou as atividades em 1995. São dois modelos X 12 TR Tocantins, produzidos em 1989, que estão avaliados em R$ 400,00 e R$ 700,00 cada, além de outras peças e sucatas.

Os bens objetos do leilão estarão disponíveis para vistoria pública no dia 8 de julho em horário comercial nos endereços Avenida 8-A nº 360, Cidade Nova [sede do Daae] e Rua Kennedy, nº 400, Distrito Industrial, na Central de Distribuição da autarquia. A lista completa dos itens disponibilizados está no site da Prefeitura: www.rioclaro.sp.gov.br.

Relembre

No mês de maio, a Prefeitura disponibilizou para leilão 36 itens, sendo 34 veículos (carros, trator e motos), um lote de material de informática e um lote de sucata (cadeiras e mesas). Todos os itens foram leiloados pelo valor de R$ 195.600,00. Desses bens, apenas um veículo, uma Kombi, ainda não foi paga pelo comprador, segundo informou a administração municipal.

Questionada sobre a finalidade do recurso arrecadado, o Poder Executivo informou que o dinheiro foi depositado na conta da Prefeitura e será utilizado para o pagamento de contas públicas do município, sem discriminar exatamente quais à reportagem.

Na época, o leilão contou com, por exemplo, um veículo Ford Fiesta ano 2010, que teve lance mínimo exigido de R$ 1.500,00. Já o modelo Ford EcoSport ano 2009, com motor danificado, exigia lance mínimo de R$ 1 mil.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: