Bancários entram em greve nesta terça-feira

34

Da Redação

Terminou sem acordo a oitava rodada de negociação entre a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e o Comando Nacional de Greve, realizada no último sábado (27). Com isso, os bancários entram em greve a partir desta terça-feira (30) por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em assembleias realizadas na noite dessa segunda-feira (29).

A categoria rejeitou a nova proposta apresentada pelos bancos: reajuste de 7,35% para salários, PLR, vales e auxílios (0,94% de aumento real) e 8% para o piso (1,55% de aumento real). A proposta anterior era de 7% (0,61% de aumento real) e 7,5% (1,08% de aumento real), respectivamente.

“O Comando Nacional dos Bancários considerou a nova proposta insuficiente não somente do ponto de vista econômico, mas também porque ignora completamente os demais itens da pauta de reivindicações da categoria”, informou a direção de greve, em nota.

Os trabalhadores reivindicam 12,5% (5,4% de aumento real e 6,76% de inflação), PLR de três salários mais R$ 6.247,00, piso de R$ 2.975,25; vales e auxílios de R$ 724,00 cada (um salário mínimo), 14º salário, medidas de segurança, fim das metas abusivas e assédio moral, auxílio-educação, entre outros itens.A paralisação é nacional e atinge vários municípios em 19 estados.

2013

Este é 11º ano consecutivo em que os bancários realizam greve. No ano passado, os trabalhadores cruzaram os braços por 23 dias. A paralisação foi encerrada após os bancos oferecerem reajuste de 8% com ganho real de 1,82%.

Rio Claro

Durante assembleia realizada na noite de segunda (29), o sindicato dos bancários local decidiu aderir ao movimento nacional. Na terça-feira (30), às 9 horas, a categoria de reúne no Jardim Público para tentar conseguir a adesão de todos os funcionários das agências locais.

Greve dos bancários

Qual sua opinião? Deixe um comentário: