Bancários continuam em greve por reajuste salarial de 12,5%

95

Ednéia Silva

Diretores do sindicato e bancários em frente à agência da Caixa Federal nessa quarta-feira (1º). Categoria entrou em greve na última terça-feira (30)
Diretores do sindicato e bancários em frente à agência da Caixa Federal nessa quarta-feira (1º). Categoria entrou em greve na última terça-feira (30)

Os bancários completam três dias de greve nesta quinta-feira (2). A categoria continua mobilizada à espera da reabertura das negociações que possam atender às reivindicações da categoria. De acordo com a Contraf-CUT, o movimento fechou 6.572 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados em 26 estados no Distrito Federal na terça-feira (30) e mobilizou 16 mil trabalhadores.

Em Rio Claro, fecharam as agências do HSBC, Caixa Federal, Banco do Brasil e Santander. Itaú e Bradesco abriram em horário reduzido, das 13 às 15 horas. Silvana Anaruma, diretora do Sindicato dos Bancários de Rio Claro e Região, explica que as agências do Itaú do Centro estão se revezando na abertura.

Nessa quarta-feira (1º) abriu a agência da Rua 3 e fechou a unidade da Rua 4. Nesta quinta-feira (2) acontece o inverso, fecha a agência da Rua 3 e abre a da Rua 4. O restante ficará fechado. Os grevistas voltam a se reunir a partir das 8h30 no Jardim Público.

A greve da categoria começou na terça-feira (30) após os bancários rejeitarem a proposta de reajuste da Fenaban de 7,35% para salários e verbas e 8% para o piso. Os trabalhadores reivindicam 12,5% de aumento.

O Procon de Rio Claro alerta os consumidores de que a greve não os exime do pagamento das contas, já que existem outras formas de cumprir essa obrigação, como caixas eletrônicos, casas lotéricas, correspondentes bancários, internet banking etc.

SINDICATO

Silvana Anaruma, diretora do Sindicato dos Bancários, falou sobre a adesão dos bancários ao movimento e a perspectiva que a categoria tem para esta quinta-feira (2). A diretora foi entrevistada pelo Jornal da Manhã, da Rádio Excelsior Jovem Pan. Para ouvir a entrevista na íntegra, basta clicar no player abaixo.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: