Assassinato está relacionado a crime passional

218

Carine Corrêa

A Polícia Civil de Rio Claro informou que o assassinato de Wemerson Freitas Venâncio no bairro Jardim Progresso no último dia 21 está relacionado a crime passional, expressão usada para designar o homicídio que se comete por paixão – entendida como uma forte emoção, que pode comportar às vezes um sentimento platônico e outras ser agressivo, possessivo, dominador. “Foi registrado como latrocínio, mas seria uma situação de acerto de contas relacionado com crime passional”, detalhou Alvaro Santucci Noventa Jr., delegado seccional de Rio Claro.

Wemerson Freitas Venâncio tinha 24 anos e foi assassinado em frente a sua casa, na Rua M-19 do Jardim Progresso. Ele havia acabado de jantar com a namorada e, quando entraram no carro, foram abordados pelo autor do crime, que surgiu de um terreno baldio. Na ocasião do crime, Wemerson tentou trancar o carro e dar partida, mas acabou sendo alvejado pelo suspeito, que teria fugido a pé. Quando surpreendeu o rapaz, o criminoso chegou a dizer a ele “perdeu, perdeu”. Sua namorada o socorreu até o PA do Cervezão, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: