Após 2 anos sem homicídio, polícia confirma execução em Ipeúna

118

Carine Corrêa

O cadáver foi localizado em Ipeúna parcialmente carbonizado e com sinais de perfuração. Polícia Civil investiga o caso
O cadáver foi localizado parcialmente carbonizado e com sinais de perfuração

Delegacia Seccional de Rio Claro confirmou primeiro homicídio em Ipeúna após dois anos sem nenhum assassinato. Corpo foi localizado na segunda-feira, dia 2, na região rural de Ipeúna. O cadáver havia sido localizado parcialmente carbonizado e com sinais de perfuração. O corpo foi identificado como sendo de Benedito Pereira Pardinho, de 50 anos, que poderia ser vítima de latrocínio.

Dois irmãos teriam praticado o crime, identificados como N.R.O. e G.R.O., que seriam moradores do bairro Jardim Centenário. Eles confessaram ter matado Benedito Pardinho, mas não forneceram às autoridades mais detalhes. Eles foram encaminhados à delegacia, mas foram liberados logo em seguida.

De acordo com os dados estatísticos da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o último homicídio registrado em Ipeúna foi em fevereiro de 2012.

A matéria na íntegra você confere na edição impressa do JC desta quarta-feira, dia 04. Se você é assinante, clique aqui e acesse a edição digital.

DEIXE UMA RESPOSTA