Água: região está em alerta

65

Vivian Guilherme

Santa pode enfrentar racionamento caso não chova nas próximas semanas
Santa pode enfrentar racionamento caso não chova nos próximas dias

O presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Cordeirópolis, Giovane Genezelli destaca que a água que está sendo captada de uma cava deve durar por, no máximo, 60 dias. Segundo Genezelli, há ainda outras três cavas que podem ser exploradas para o abastecimento da cidade, entretanto, o presidente do SAAE ressaltou que outras medidas estão sendo estudadas para sanar os problemas com a falta de água no município.

Em Rio Claro, o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae) enviou nota alertando sobre o uso consciente de água. Durante o período mais crítico da estiagem os níveis dos rios Corumbataí e Ribeirão Claro chegaram a 40% da média, voltaram à normalidade em setembro, mas com alta temperaturas e baixa umidade do ar, nas últimas semanas, os níveis voltaram a baixar e, hoje, estão cerca de 50% abaixo da média.

Em Santa Gertrudes, Alexandre Leite, gerente de operações da Odebrecht Ambiental, comenta que a situação no município é crítica e preocupante, mas que – no momento – não há racionamento na cidade. “Sendo bastante claro, há risco de medidas como o racionamento. Se as chuvas não acontecerem em um curto período haverá necessidade de racionamento”, alertou o gerente.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: