Agência reguladora diz que Daae não pediu aumento de tarifa, mas confirma estudo

68

Antonio Archangelo/Coluna PolítiKa

Agência diz que proposta de reajuste leva em conta a base de custos e despesas para emitir o parecer
Agência diz que proposta de reajuste leva em conta a base de custos e despesas para emitir o parecer

Em nota encaminhada à Coluna, a Agência Reguladora do Consórcio PCJ avisou que o Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE) não solicitou o aumento da tarifa de água e esgoto. “Sobre o percentual de aumento das tarifas de água e esgoto de Rio Claro, informo que não houve pedido de aumento, mas que está sendo estudado pela agência reguladora, que para o reajuste leva em conta a base de custos e despesas para emitir o parecer”, concluiu.

Conforme o JC divulgou, em primeira mão, a proposta de reajuste será apresentada na próxima semana ao conselho de usuários, conforme reza a legislação em vigor.

A reunião, marcada para o próximo dia 11 de fevereiro, contará com os membros do Conselho de Regulação e Controle Social e Representante do Titular dos Serviços Públicos do município de Rio Claro, às 10h, na Casa dos Conselhos, na Avenida 1, Centro.

De acordo com a assessoria de imprensa do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE), a autarquia “encaminhou os estudos técnicos para a Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento (ARES-PCJ). O assunto será discutido com os técnicos da agência durante a reunião marcada para o próximo dia 11, conforme consta do Diário Oficial (DO)”.

O Daae e a Agência não informaram o índice de reajuste. No ano passado, o índice foi de pouco mais de 11% e entrou em vigor ainda no primeiro semestre de 2014.

Em 2013, a proposta, apresentada pelo Comitê Gestor da Agência Regional de Saneamento, propôs um aumento de 15,8% no valor da tarifa de água em reajustes escalonados entre os meses de abril e setembro daquele ano, o que foi vetado pelo prefeito Du Altimari (PMDB), que reajustou em 9,96% a tarifa.

1 COMENTÁRIO

Qual sua opinião? Deixe um comentário: