Aécio: Marina se posiciona quinta e PPS anuncia apoio

59

Da Redação

Marina Silva propõe, para que haja o apoio, que Aécio inclua questões, como de meio ambiente, no plano de governo
Marina Silva propõe, para que haja o apoio, que Aécio inclua questões, como de meio ambiente, no plano de governo (Imagem: Reprodução)

Após definição dos presidenciáveis ao segundo turno das eleições, Marina Silva (PSB) decidiu apoiar Aécio Neves (PSDB) na campanha, conforme informado no jornal O Estado de São Paulo, nesta terça-feira (07). Contudo, ela pede que Aécio algumas das causas que são por ela defendidas, como a manutenção das conquistas socioeconômicas dos governos anteriores ao da atual presidente, bem como questões relacionadas à preservação do meio ambiente.

O tema será discutido pelo PSB, nesta quarta-feira (08), para definir se o apoio será por Marina e pelo partido. De acordo com as informações, as possibilidades é de que os que apoiaram a ex-ministra, agora, o direcionem ao tucano. Conforme divulgado na reportagem, o assessor de Marina negou qualquer posicionamento e que haverá uma reunião hoje para determinação.

Atualização da notícia às 17h05

Após as especulações sobre o possível apoio a Aécio Neves (PSDB), Marina Silva (PSB), por meio de assessoria de comunicação, divulgou uma nota dizendo que apresentará seu posicionamento para o segundo turno na próxima quinta (09). Confira a nota na íntegra:

“Nota de esclarecimento de Marina Silva em relação ao 2º turno da eleição presidencial

A ex-candidata à Presidência da República pela Coligação Unidos pelo Brasil, Marina Silva, vem a público reafirmar o processo definido pelos partidos que integram a aliança para contribuir para o debate do segundo turno da disputa presidencial:

1. Os resultados das eleições refletiram uma posição de insatisfação com as condições existentes no Brasil expressando sentimentos de mudanças;

2. Os partidos da Coligação promoverão até amanhã, dia 8 de outubro, reuniões de suas instâncias deliberativas para definirem os pontos que consideram relevantes para a formulação de posicionamento conjunto das legendas aliadas;

3. Na quinta-feira, dia 9, Marina Silva e as demais lideranças dos partidos aliados participarão de encontro para construir um posicionamento comum da Coligação sobre a continuidade da disputa pela Presidência da República;

4. Marina Silva também contribuirá para a construção de uma posição da Rede Sustentabilidade nesse processo de unidade da Coligação;

5. As opiniões individuais de cada partido, dirigentes e lideranças políticas das agremiações neste momento de construção devem ser respeitadas, mas não refletem em nenhuma hipótese a opinião da ex-candidata

São Paulo, 7 de outubro de 2014.

Assessoria de Comunicação da Coligação Unidos pelo Brasil”

PPS

O PPS, em reunião, nesta terça-feira, em Brasília, decidiu, por unanimidade, apoiar o candidato do PSDB à presidência da República, Aécio Neves. Em nota oficial, o partido, que faz parte da coligação Unidos pelo Brasil, conclamou as forças democráticas a apoiar a candidatura tucana.

“A sociedade deu um recado muito claro nas urnas contra o governo. Defendemos a união das oposições para derrotar o lulopetismo, afirmando a questão democrática e os princípios republicanos”, disse o presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (S), durante a reunião da Executiva Nacional.

Para Freire, Aécio não tem problema algum em incorporar propostas que fazem parte do programa de Marina Silva, e o consenso entre os dois é claramente possível.

“Precisamos nos lembrar do que disse Eduardo Campos: O Brasil não aguenta mais quatro anos de governo Dilma. Não fazemos política em proveito próprio, mas sim com perspectivas que interessam ao país”, declarou.

Roberto Freire disse ainda que a posição do PPS será levada a Marina, aos demais partidos da coligação que apoiou a candidatura dela no primeiro turno e a Aécio Neves. Leia a íntegra da nota:

“Resolução Política do PPS

A Comissão Executiva do Partido Popular Socialista, reunida em Brasília, no dia 7 de outubro de 2014, em defesa dos compromissos do partido com a democracia, os valores republicanos, o desenvolvimento sustentável, a inclusão social, a reforma política e a retomada do crescimento, conclama todas as forças favoráveis à mudança, em especial aquelas que apoiaram, no primeiro turno, Marina Silva (PSB), à unidade em torno da candidatura de Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: