6ª edição do Concurso Moda Inclusiva recebe inscrições

44

Divulgação

CosturaMODA2

Já estão abertas as inscrições para a 6ª edição do Concurso Moda Inclusiva. Assim como a edição anterior, podem participar estudantes de cursos técnicos, universitários e profissionais da área não só do Brasil, mas de todo o mundo. Para a edição internacional, as inscrições deverão ser feitas no site.

No mesmo endereço, poderão ser encontradas mais informações a respeito do evento. Com objetivo de produzir looks para pessoas com deficiência, o concurso é uma iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e receberá inscrições até o dia 20 de maio.

A grande novidade é que Campinas terá uma competição local. Os estudantes e profissionais da moda da região também podem se inscrever através do link até o dia 20 de maio. A inscrição neste concurso não anula ou substitui a participação na 6ª edição do Concurso Moda Inclusiva, mas o vencedor da região competirá na edição internacional. Para a competição local, os interessados deverão apresentar os trabalhos em local a definir no dia 3 de junho e, no dia 7 do mesmo mês, será divulgado o nome do vencedor.

Apenas o finalista receberá o tecido para confeccionar o look e apresenta-lo na edição internacional. A ideia de tornar o Concurso Moda Inclusiva internacional surgiu da necessidade de convidar participantes de todo o mundo a compartilhar soluções inovadoras que podem contribuir no bem estar e na qualidade de vida das pessoas com deficiência, além de apresentar novos conceitos à moda.

Os 20 melhores trabalhos inscritos serão apoiados com tecido para a confecção das roupas e participarão do desfile final em um grande evento no dia 15 de agosto, na capital paulista, durante a Feira+Fórum Reabilitação. Os três melhores colocados serão premiados.
O Brasil tem, hoje, cerca de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. Somente no Estado de São Paulo, esse contingente ultrapassa 9 milhões. Há um grande mercado de produtos e serviços para atender as demandas específicas desse segmento.

DEIXE UMA RESPOSTA