Rio Claro empata e perde a chance de entrar no G-4

240

Jogando em casa o Votuporanguense defendia a invencibilidade na Arena Plínio Marin. Já o Rio Claro tentava manter a invencibilidade fora dos seus domínios. No primeiro tempo o futebol das duas equipes foi bem parecido. Os atletas valorizaram o toque de bola e apresentaram qualidade dentro de campo. O jogo foi muito parelho e somente nos acréscimos a rede balançou com Adriano Paulista que aos 46 minutos fez 1 a 0 e levou o time de Votuporanga em vantagem para o vestiário.

Etapa complementar

Para o segundo tempo o técnico do Rio Claro Fahel Junior voltou com duas alterações. Lucas entrou no lugar de Mandacaru e Faísca veio para o jogo para a saída de Rafael Tavares. As mudanças deram mais velocidade ao Galo Azul que foi em busca do empate. Cadu aos 20 minutos por muito pouco não balançou a rede. O goleiro Vitor bem posionado espalmou e evitou o primeiro do Rio Claro. Do outro lado o Votuporanguense também não deixou a peteca cair com direito a bola na trave e tudo.

A alegria do torcedor do Azulão saiu dos pés de Gustavo Sapeka. Em uma jogada que começou pela esquerda, a bola sobrou para o artilheiro, que não perdoou e deixou tudo igual aos 26 minutos.

O gol de Sapeka colocou mais fogo no jogo. Os dois times queriam os três pontos e foram em busca da vitória mas ninguém conseguiu a finalização e a partida ficou no 1 a 1.

DEIXE UMA RESPOSTA