​Iniciada a retirada de árvores na Via da Saudade

461

Na manhã desta segunda-feira (11) foi iniciado o trabalho de retirada das três figueiras, da espécie Ficus microcarpa, que estão mortas. Os serviços de remoção acontecerão durante toda a semana, deixando o trecho da Via da Saudade entre as ruas 13 e 14, em ambos os sentidos interditados. A remoção das árvores é uma medida preventiva para evitar acidentes, diante do risco de rompimento de galhos e quedas que colocam em perigo quem trafega pelo local.

“A retirada se faz necessária para evitar riscos de acidentes com quem transita pelo trecho com seu veículo ou até mesmo a pé. Iremos plantar novas árvores para substituir as espécies que estão sendo removidas, mantendo o paisagismo e o visual da Via da Saudade”, declara Emilio Cerri, secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.

O aposentado João Stanfoca, que reside nas imediações e todos os dias passa pela via para fazer sua caminhada, aprova a retirada das figueiras condenadas. “Como nós, elas tem um começo e um fim, e os riscos de cair um galho em quem passa por aqui é grande”, disse João que acompanhou os serviços.

O diretor municipal de Manutenção e Conservação, Tadeu Olivetti, ressalta que a retirada das três figueiras é a continuação do trabalho que se iniciou no final do mês passado, quando foi removida uma figueira na Via da Saudade com a Rua 8. “Depois que forem retirados todos os galhos, será necessário remover os troncos das árvores com retroescavadeiras, e isto deverá causar danos ao asfalto e calçamento que serão recuperados ao término da retirada”, comenta Olivetti.

O plantio de novas árvores irá finalizar os trabalhos. A prefeitura fará a reposição das quatro figueiras plantando árvores da mesma espécie ou figueiras com a mesma arquitetura de vegetação para manter a homogeneidade da paisagem da avenida, considerada uma das mais bonitas do país e um dos cartões postais da cidade.

A prefeitura solicita a compreensão da população em virtude de eventuais transtornos causados pelo serviço.

DEIXE UMA RESPOSTA