Temer X JBS: Du Altimari, Juninho e Godoy comentam escândalo

637

Da Redação

O escândalo político envolvendo os empresários donos da JBS – uma das maiores indústrias de alimentos do mundo – nessa semana, que atinge diretamente o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves foi repercutido nas páginas da edição impressa do JC.

Em entrevista para a jornalista Carine Corrêa, autoridades políticas do município de Rio Claro comentaram o fato. O ex-prefeito Du Altimari (PMDB) e recém-nomeado como assessor especial da Subchefia de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo da Presidência da República, informou que “não estava sabendo de nada”.

O prefeito Juninho da Padaria (DEM) também foi procurado e disse ao JC que todo caso envolvendo corrupção deve ser devidamente apurado e punido. “A população precisa de uma resposta”, disse.

Presidente da Câmara Municipal de Rio Claro e presidente do DEM no município, André Godoy definiu o caso como ‘uma vergonha: “Acredito que o Brasil está sendo passado a limpo. Ninguém pode ficar impune, independente do partido. Depois de averiguada a veracidade da situação, fica insustentável seu mandato como presidente da República”, comentou.

Renúncia

Em discurso na tarde dessa quinta-feira (18), Michel Temer disse que não tem medo de nada e que não vai renunciar ao cargo da presidência da República.

COMPARTILHAR

1 comentário

DEIXE UM COMENTÁRIO