Implante dentário: entenda como funciona

426

Publieditorial

Nos dias de hoje, os procedimentos cirúrgicos de implante dentário são realizados com muita frequência e cada vez mais procurados por mulheres e homens. A saúde bucal é uma das questões mais importantes e de maior relevância para o bem-estar de um indivíduo, em diversos aspectos de sua vida, tais como, profissional, pessoal e social. Existem diferentes tipos de implantes dentários, que podem variar de acordo com o resultado esperado por quem vai realizar esta cirurgia. Um fator que determina o implante dentário, como um dos procedimentos médicos mais procurados, é a facilidade na realização da cirurgia, que acontece por meio da utilização de anestesia local e seu pós-operatório não compromete de forma agressiva a vida do paciente.

COMO FUNCIONA O IMPLANTE DENTÁRIO

Existem diferentes tipos de implantes dentários, que variam de acordo com a necessidade de cada paciente. Somente o cirurgião-dentista poderá identificar essa necessidade, de modo a indicar o tratamento adequado para cada indivíduo. As próteses implantadas são feitas em diferentes materiais, como o titânio, que é o mais utilizado e a zircônia, que aparece mais recentemente na produção das próteses por conta das vantagens que o material oferece. Também são utilizados materiais obtidos por meio de elementos naturais e sintéticos, não somente para os dentes em si, como para todo o processo do implante dentário. Quanto aos diferentes tipos de cirurgia, a necessidade de cada indivíduo que procura um implante dentário é que vai determinar qual o procedimento adotado. Alguns implantes mais delicados são realizados por meio de um enxerto ósseo – necessário quando o paciente não possui a quantidade suficiente de tecido ósseo – que compromete de forma mais efetiva a recuperação de quem se submete ao procedimento, com tempo estimado de 1 ano para a recuperação completa, desde o enxerto até o fim do implante. Já para os chamados implantes curtos, quando não há a necessidade em se realizar um enxerto, a recuperação é mais rápida e menos delicada para o paciente, com a implantação de parafusos menores para a fixação das próteses. Para este procedimento, o tempo médio para a recuperação total do paciente está estimado em 3 meses.

Os resultados de um procedimento de implante dentário são reconhecidos por sua eficácia e pela satisfação dos pacientes que os realizam, independentemente do tipo de implante e do tempo que demanda a recuperação total. Ao fim do tratamento, em função das modificações ocorridas em um indivíduo, os benefícios na realização de um implante dentário são efetivos. Este tipo de procedimento devolve ou proporciona a quem o realiza, uma nova perspectiva de vida, por conta da eliminação nos problemas de mastigação, de dores bucais, de autoestima e de todas as situações de desconforto pessoal que a falta dos dentes pode causar a mulheres e homens.

Muitas vezes, trombamos com as barreiras do custo para tal tratamento.

Se o paciente imaginar em longo prazo, pode-se dizer que o implante dentário não é caro. Um implante dentário, quando bem cuidado e bem executado é para o resto da vida, sem levar em consideração (isto serve para outros tratamentos odontológicos), bem-estar físico (melhor digestão), bem-estar psicológico, estético, segurança, SAÚDE, entre outros. Tudo vai ser uma questão de prioridade e planejamento pessoal. Todos os pacientes que realizaram implantes, e consequentemente extensas reabilitações para voltar a mastigar e sentir-se bem, inclusive no aspecto psicológico, costumam dizer que foi o melhor investimento que fizeram na vida deles.

Dr. Luciano Horvath

Odontologia Avançada

CRO 59705

Avenida 9, 160 – Saúde – Rio Claro/SP – Fones: 3617-5700 / 3617-6700 998952-3668

COMPARTILHAR

Deixe um comentário