Câmara aprova convênio para viabilizar Medicina

255

Carine Corrêa

Na sessão extraordinária que ocorreu nessa quinta-feira (16), às 19h, os vereadores aprovaram em segunda discussão o projeto de lei (PL) 2/2017 que autoriza o município a firmar contrato organizativo com o Claretiano Faculdade para instalação do curso de medicina em Rio Claro.

O projeto foi aprovado por quinze votos favoráveis. Os vereadores Luciano do Bonsucesso (PR), Hernani Leonhardt (PMDB) e Ney Paiva (DEM) não estavam presentes. “Ficou muito bem esclarecida a questão da contrapartida, na qual a Prefeitura Municipal sequer tenha que colocar um centavo nesse projeto, nessa parceria. Ainda há uma pactuação para que o Claretiano faça cessão de parte dos recursos arrecadados com o Curso, transformando isso em materiais hospitalares, equipamentos”, ressaltou o presidente da Câmara Municipal de Rio Claro, André Godoy (DEM). A vereadora Maria do Carmo (PMDB) destacou a presença do professor Aldo Zottarelli na sessão, que acompanhou desde o início do processo. “Gostaria de passarmos o processo completo ao Aldo Zottarelli, que acreditou nesta Faculdade”, salientou a peemedebista no plenário.

O tucano Paulo Guedes também pediu espaço para destacar a importância da aprovação do PL: “Gostaria de parabenizar esta Casa de Leis e o Poder Executivo pela aprovação desse projeto tão importante. Afinal, estaremos sendo contemplados por três especialidades. Em médio prazo poderemos contar com profissionais que muito provavelmente no momento de residência estarão contribuindo no atendimento médico do município”, ressaltou Paulo Guedes (PSDB).

O diretor acadêmico do Claretiano, Sávio Carlos Desan Scopinho, informou que atualmente ocorre o processo de implantação da infraestrutura: “Estamos comprando os materiais necessários para os laboratórios e acertando o projeto pedagógico, além da contratação dos professores. O projeto aprovado nesta sessão foi uma parceria com a Prefeitura de Rio Claro”, reforçou.

Campanha Salarial

 “Essa presidência informa que recebemos do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Rio Claro a minuta do acordo coletivo da discussão março/abril e maio. Recebemos, acatamos e vamos discutir internamente na Câmara Municipal e receberemos o projeto do Executivo para votação neste plenário”, afirmou André Godoy (DEM) na sessão extraordinária de quinta-feira (16).

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO