Produtos JC
Notícias

Publicado por: data 22-05-2011 04:21 em noticia

ALIMENTAÇÃO: pesquisa aponta aumento no consumo de alimentos integrais e funcionais


 ALIMENTAÇÃO: pesquisa aponta aumento   no consumo de alimentos integrais e funcionais



SEGUNDO O LEVANTAMENTO, REPORTAGENS NA MÍDIA E RECOMENDAÇÃO MÉDICA SÃO AS PRINCIPAIS RAZÕES PARA O CONSUMO DE ALIMENTOS SAUDÁVEIS


JORNAL CIDADE


Arroz integral, aveia, linhaça, pão integral e castanhas estão entre os produtos mais consumidos segundo as lojas especializadas


Ana Ligia Noale


Os brasileiros estão cada vez mais preocupados com a qualidade de vida. Com isso, aumenta a procura por produtos que ofereçam benefícios adicionais à saúde, o que abre possibilidades para uma mudança no perfil do consumidor, que agora inclui na lista de compras produtos integrais, funcionais e orgânicos, além de verduras, frutas e legumes.


De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria Around Research, com 650 pessoas, que responderam a questionários enviados pela Internet, entre os produtos que entraram no carrinho de compras nos últimos anos se destacam os integrais, que foram incluídos por 62% dos respondentes. Em segundo lugar aparecem os funcionais, os alimentos diet e light e as verduras e legumes, que passaram a ser consumidos por 55% dos participantes do estudo.


Segundo o levantamento, reportagens na mídia e recomendação médica são as principais razões para consumir alimentos saudáveis – 33% e 32% dos respondentes, respectivamente.


Para Mônica Bonatti, proprietária de uma loja de produtos naturais no centro de Rio Claro, a mudança de perfil do consumidor fez aumentar a oferta de produtos e a quantidade de estabelecimentos comerciais especializados no ramo. “Fomos pioneiros no setor na cidade de Rio Claro e percebemos um maior investimento comercial nos produtos naturais, possivelmente estimulados pelo aumento da procura”, afirma a comerciante.


Segundo Mônica, arroz integral, aveia, linhaça, pão integral e castanhas estão entre os produtos mais consumidos. “Podemos observar que temos muitos clientes fixos e alguns que são estimulados a consumir produtos saudáveis a partir de reportagens na TV e nos jornais. A ração humana e a farinha de feijão branco são exemplos de consumos incentivados pela mídia”, destaca.


Apesar de reconhecer os benefícios para a saúde no uso destes produtos, Mônica faz um alerta. “Os resultados para dietas de emagrecimento são lentos e gradativos. Com isso, as pessoas acabam desanimando e parando o consumo. São poucos os que ingerem estes produtos tendo consciência da sua importância para a saúde”, acrescenta a proprietária.


A pesquisa Around aponta ainda que o público não se importa em fazer um desembolso maior para consumir alimentos mais saudáveis. No caso de alimentos enriquecidos com fibras e vitaminas, 85% afirmam que pagariam mais por esses produtos.


1622 visualizações desta notícia