Produtos JC
Notícias

Publicado por: data 09-01-2014 11:06 em cultura

Carnaval em Rio Claro terá dois dias de desfile


Carnaval em Rio Claro terá dois dias de desfile

Valdira Guimarães Augusto


O regulamento do Carnaval de Rio Claro contará com algumas mudanças neste ano de 2014. A principal delas se refere aos desfiles das escolas de samba: antes concentrado apenas no domingo, este ano o desfile das agremiações será dividido em dois dias, sendo sábado e domingo de carnaval.


O presidente da Uesca (União das Escolas de Samba da Cidade Azul), Welson Camargo, que também preside a Samuca, informou que na manhã dessa quarta-feira ele e os presidentes das agremiações Grasifs - Voz do Morro, Casamba e UVA (Unidos da Vila Alemã) estiveram reunidos para definir alguns itens do regulamento e ficou decidido que os desfiles serão realizados em dois dias.


Camargo explica que no sábado haverá apresentação de um bloco-escola, seguido dos desfiles das escolas de samba Grasifs e UVA. No domingo, outro bloco-escola se apresenta e, na sequência, acontecem os desfiles da Casamba e Samuca.


Ainda restam alguns detalhes a serem definidos, mas tanto o presidente da UESCA como o presidente da COC (Comissão Organizadora do Carnaval), José Renato Gonçalves, apontam que há grande possibilidade de os blocos-escolas participantes do carnaval serem o Unidos do Tabajara e Gaviões da Fiel.


Para o presidente da COC, a mudança dos desfiles é bastante positiva. “Esta questão já estava sendo encaminhada desde o ano passado e acho que é algo que melhora bastante os desfiles. Assim, o horário de cada dia não se estende muito e as pessoas também podem aproveitar o carnaval de salão”, observa Gonçalves.


Outra mudança no regulamento trata da pontuação. O presidente da UESCA explica que, neste ano, as notas dos jurados não serão mais fracionadas em 0,25. Passam a ser contadas de forma decimal de 0,1 ponto e variam de 7 a 10.


O critério de desempate também será alterado. Camargo explica que, até o ano passado, em caso de empate das escolas, o critério era a maior nota em quesitos pré-definidos, como bateria, seguido do casal de mestre-sala e porta-bandeira, e comissão de frente, entre outros. “Este ano ainda não sabemos qual será o critério, mas a ordem do quesito será por sorteio, que ocorrerá antes do carnaval. O objetivo destas mudanças é tentar deixar o regulamento o mais próximo do modelo de São Paulo e Rio de Janeiro”, observa.


Além disso, a entidade julgadora do carnaval de Rio Claro não será mais a UESP (União das Escolas de Samba Paulistas). “Estamos estudando qual entidade fará o julgamento, pode ser a Fesec ou alguma outra que decidirmos em comum acordo. O problema é que por dois anos a Grasifs recebeu justificativas que não condiziam com a realidade, o que não iria alterar a classificação da escola, mas é um erro. E também a ideia era mudar a entidade julgadora a cada quatro anos. Até o final da próxima semana, devemos decidir qual será a entidade”, explica Camargo.


A premiação das escolas de samba, na terça-feira de Carnaval, também não será durante o desfile. O presidente da COC, José Renato Gonçalves, confirmou que neste dia desfilará o bloco-escola campeão, a agremiação campeã e a segunda colocada. A entrega do troféu ocorrerá antes do início de cada desfile.




Esta é uma reprodução da notícia publicada na edição impressa do Jornal Cidade
838 visualizações desta notícia